FlamengoFluminenseFutebol

Flamengo e Fluminense oficializam que estão a frente da administração do Maracanã em cerimônia

Acordo foi firmado entre os clubes e o governo com solenidade no palácio Guanabara mas contrato foi assinado apenas com o Flamengo.

 

Nesta sexta-feira (12), o Flamengo assinou contrato para assumir a administração do Maracanã, em evento no Salão Nobre do Palácio da Guanabara, sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Fluminense que não tem CNDs, terá contrato separado com o Rubro Negro por parceria na gestão do estádio. Na cerimônia além dos representantes dos clubes estava o governador do do Rio de Janeiro Wilson Witzel.

A proposta dos clubes tinha sido aceita na última quarta-feira e a dupla assume a administração partir do dia 19 deste mês e irá gerir o Maracanã pelos próximos 6 meses, podendo prorrogar por 180 dias. Os dois serão permissionários, com igualdade de condições. Haverá um contrato, ainda em elaboração, entre os dois clubes, que arcarão com cerca de R$ 2 milhões por mês e do pagamento mensal de R$ 166.666,67 ao Governo – valor que será repassado ao complexo Célio de Barros e Júlio Delamare. Poderão ainda a explorar o Tour Maracanã, com a condição de repassar 10% do faturamento mensal ou o valor fixo de R$ 64 mil.

O Governador falou a imprensa

– O contrato é com o Flamengo. Se ele vai decidir com o Fluminense as decisões, isso é problema deles. Vou cobrar é o Flamengo – disse o governador Wilson Witzel.

Já o presidente do Clube de Regatas do Flamengo, reforçou parceria com o tricolor.

– Existe um acordo entre Flamengo e Fluminense de fazer a gestão de forma conjunta, dividindo custos, tudo isso. Por uma questão transitória desse momento, o Fluminense não pode participar, por isso no formalismo o governador colocou o que está escrito no papel. Mas existe sem dúvida alguma um compromisso do Flamengo que ele vai honrar junto do Fluminense de estarmos juntos administrando o Maracanã.

Abad, presente do Fluminense também comemorou acordo

– Momento histórico onde duas instituições centenárias, de rivalidade, em 36 horas conseguiram modelar uma parceria sem nenhum tipo de interesse acima daquilo que é razoável. Nosso parceiro Flamengo sempre atuou em conjunto, sem nenhum tipo de visão pessoal acima do clube. E não só Flamengo e Fluminense, mas Botafogo e Vasco também estão mais que convidados, também construíram a história do estádio, a gente prevê a participação deles. Estamos reduzindo custos, com valor do aluguel muito mais baixo, e temos certeza que vamos oferecer uma opção muito mais barata, eficiente de protagonizar o seu jogo – comemorou Abad.

Witzel ainda fez críticas ao Vasco, que já afirmou não voltar a mandar seus jogos no Maracanã enquanto os rivais estiverem na administração e está se movimentando para tentar invalidar decisão do Governo do Rio, na justiça.  

– Lamentável, poderia ter participado, não participou porque não quis. Quando ainda estava no tribunal, a gente chamava isso de “news (notícia, em inglês) esperneante”, ou seja, o sujeito não participou, teve reflexos negativos e agora está esperneando. Não é um papel que se espera de um dirigente de clube.

Foto: Philippe Lima.

– O gestor é o Flamengo. Mas eles (Vasco e Botafogo) têm oportunidade de participar, de trocar ideias… Só que ele não participou do processo de permissão apresentando uma proposta de gestão. Aí depois ficou reclamando, uma postura, do meu ponto de vista, absolutamente lamentável.

Landim também agradeceu o governador

– Essa foi uma conversa que começou quando estive com o governador logo após ele ter sido eleito. Esperava que fosse por cinco minutos, mas quando ele começou a ouvir o que estava falando passou uma hora e meia me dando atenção, procurando detalhes. A preocupação que ele teve com esse tipo de problema que rapidamente teve sensibilidade de enxergar, e as coisas foram se desenrolando ao longo do tempo – revelou Landim.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar