Flamengo

Ninho do Urubu é liberado completamente pela justiça e processo de 2015 sobre as condições do local é anulado

Exigências pendentes são cumpridas pelo Flamengo e acordo permite que Clube volte com todas as atividades.

Nesta sexta-feira(24), a justiça atutorizou a liberação completa do Ninho do Uburu, Centro de treinamento do Flamengo, que estava parcialmente interditado desde fevereiro. Quase quatro meses depois do incêndio no CT, que matou 10 jogadores da base do Rubro-Negro, a maior tragédia da história do clube, o juiz Pedro Henrique Alves, da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, homologa o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público e anula o processo de 2015 sobre as condições do local.

Na última terça-feira(21), o Flamengo já havia entrado em acordo em audiência com o Ministério público e aguardava apenas a oficialização. Agora, o clube poderá utilizar o CT para todas as atividades, incluindo pernoite, alojamento e concentração desde a base até o profissional, que ainda não estreou a concentração no novo módulo mas o MP acompanhará de perto as instalações.

– Desde que aconteceu o episódio e o fechamento do CT, trabalhamos incessantemente para legalizar toda estrutura e conseguimos o reconhecimento pelo MP e pelo juiz que realmente temos uma estrutura de alto nível, uma hotelaria preparada para receber as pessoas – afirmou o vice-presidente geral e jurídico do clube, Rodrigo Dunshee de Abranches, que defendeu a estrutura:

– O que aconteceu foi um acidente lastimável, mas de forma alguma um descaso do Flamengo. Era uma estrutura provisória, sem o conforto de hoje em dia, mas capaz de receber as crianças. Estamos virando uma página triste da nossa história. É importante informar o torcedor de que o que foi fechado está reaberto .

Corpo de Bombeiros, Secretaria de Urbanismo e Vigilância Sanitária também tiveram pendências incluídas no trato após a audiência. O documento final conta com detalhes minuciosos impostos por cada órgão para que o Ninho cumpra todas as medidas de seguranças. Uma delas é a obrigatoriedade para o clube de manter dois monitores no CT durante a noite.

No acordo, o MP e órgãos competentes aceitaram os argumentos do Flamengo de que já oferece aos menores no espaço que era destinado aos profissionais até o início de 2019 alimentação equilibrada, tratamento de saúde e dentário, acompanhamento pedagógico, assistência social e todas as exigências existentes. A liberação da presença de menores de 18 anos é recente e apenas há duas semanas as categorias de base voltaram a usar a estrutura do local.

Confira a sentença: 

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar