FlamengoSem categoria

Bruno Henrique fala de atenção na saída de bola e intensidade na marcação contra Athletico-PR

Atacante concedeu coletiva na véspera do duelo, pela Copa do Brasil em Curitiba, no que será a estreia oficial de Jorge Jesus no comando do Flamengo.

Véspera da estreia de Jorge Jesus comandando o Flamengo em um jogo oficial, que acontece amanhã na Arena da Baixada, contra o Athletico-PR, às 21h30, partida de ida da Copa do Brasil. Bruno Henrique, foi quem concedeu entrevista coletiva na manhã desta terça-feira(09), falando sobre o duelo em Curitiba e as orientações de Jorge Jesus para a equipe.

Essa será a segunda vez que os times se enfrentam em dois meses. O jogo anterior aconteceu no Maracanã, pelo Brasileirão, a vitória foi do Rubro-Negro carioca, por 3×2 em partida disputada, com gol nos acréscimos no dia 26 de maio. O atacante falou sobre o trabalho para acertar os erros e não sofrer com a saída de bola dos paranaenses.

Flamengo venceu suado o último duelo contra o Athletico, no que foi a última partida de Abel Braga no comando da equipe. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo.

– O trabalho foi bem intenso. Estudamos as características do Athletico. Sofremos no Maracanã com a saída deles. O Jorge (Jesus) frisou bem esse ponto de saída de bola deles. Vamos ter atenção a isso.

– O Jorge conseguiu ver os problemas que tivemos contra o Athletico. Vamos marcar sob pressão. Temos que ter intensidade na marcação. Todos vão ver que vamos correr um pouco mais. A velocidade da bola é maior lá. Todos vão marcar por setores.

A coletiva de Bruno Henrique começou com atraso, o treinador exibiu um longo vídeo antes da atividade e não foi possível para a imprensa acompanhar o treino tático e aquecimento. A escalação do clube carioca, que viaja nesta tarde para Curitiba, ainda é uma dúvida.

Confira o restante da entrevista:

Treinador e adaptação da equipe

–  No dia a dia, desde a chegada do Jesus, estamos conseguindo fazer o que ele pede. Ele sempre diz que somos um grupo que assimila fácil. Quando não conseguimos, ele diz que é normal. Ele está muito feliz com o desempenho de todos.

– Jesus é bastante rigoroso. Joguei na Europa e sei como é isso. Se eu tivesse tido um treinador como ele antes de ir para a Europa, teria sido importante. Tudo é rigoroso, é a filosofia deles (europeus).

Jogar centralizado

– Já joguei assim, com dois avançados. Tenho facilidade. Claro que não é minha preferência, mas ele optou por mim, deu confiança, apresentou alguns pontos. Estou me doando ao máximo para fazer o que ele pede para termos ganho grande no ataque.

Regras

– Nenhum jogador aqui tem problema com horário. O Jesus até brinca sobre a caixinha. “Vamos ter que fazer um rateio no fim do ano para fazer algo, vocês são muito pontuais”. Ele chegou para colocar o jeito dele.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar