Flamengo

Gabigol fala sobre Balotelli no Flamengo: “Torcemos por um final feliz”

O atacante brasileiro, que volta a treinar normalmente, diz manter contato com o Balotelli e que espera contar com italiano no elenco Rubro-Negro.

Gabriel Barbosa concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (13) no Ninho do Urubu. O atacante que volta a treinar com o grupo após ter lesão na coxa, falou sobre a possibilidade de ter Balotelli no elenco rubro-negro. Disse manter contato com o italiano e que espera que ele venha para o Flamengo.

– Conversamos por redes sociais, depois por telefone. Ele pergunta como estou aqui, como ele está lá. Agora, sabendo que o Marcos está lá, torcemos por um final feliz. Que seja uma decisão do coração dele. Tem se mostrado uma pessoa humilde, tranquila. Espero que venha – disse Gabigol.

– Flamengo é muito grande, e hoje tem internet para ele tirar as dúvidas. Conversamos como amigos. Claro que falamos sobre Flamengo, Rio de Janeiro… sobre coisas normais de pessoas que podem vir a jogar juntos.

O jogador que é o artilheiro do Brasileirão, diz estar completamente recuperado da lesão, que o deixou de fora de duas partidas, e estar a disposição de Jorge Jesus para o clássico contra o Vasco, no sábado(17) pelo Campeonato Brasiliero.

– Estou 200%. Preparado.

Confira outras resposta:

Apelido de Gabigol

– Respeito a opinião de todo mundo. Não vejo problema de me chamarem de Gabriel, Gabriel Barbosa, Gabi… Não entro em polêmica. Meus números falam mais do que qualquer coisa.

Chance de permanecer no Flamengo

– São decisões que vão acontecer durante o ano. Não tem nada definido ainda se fico ou vou. Estou focado no jogo de sábado. Estou muito feliz no Flamengo, tenho contrato com a Inter de Milão também.

Seleção brasileira

– No Santos tive um ano especial. Por tudo que estou vivendo aqui, acho que é meu melhor momento. O mister tem que feito crescer. Sim, é meu melhor momento. Minha expectativa é boa (por Seleção), mas deixo isso com Tite. É um sonho voltar

Clássico com o Vasco e duelo com o Inter

– Nosso foco é no sábado. Pensamos no Vasco agora. São dois grandes jogos pela frente. Queremos sair vencedores. Sobre quarta, o Guerrero é um grande jogador. Sou muito fã dele. Não temos características parecidas, é difícil de comparar. Ele é mais de área.

Melhor momento na carreira

– Ano passado foi muito especial após não jogar muito na Inter e Benfica. Mas por tudo que tenho vivido aqui, acho que tem sido meu melhor momento. Até por tudo que têm me ajudado, pelo Mister. Atuo com jogadores que nunca imaginei. Sim, é meu melhor momento.

 

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar