Vasco da Gama

Opinião: Uma derrota mais amarga que o normal

Apesar da boa atuação e vantagem numérica, Vasco sai derrotado de São Januário

Com a vitória no meio de semana, a expectativa dos vascaínos era alta para a partida contra o Santos. A torcida comprou a ideia e compareceu em peso em São Januário. Os pouco mais de 17 mil presentes viram o Vasco jogar, provavelmente, sua melhor partida na temporada, mas saíram decepcionados com a derrota e pela forma que foi.

Jogar contra o Santos, de Jorge Sampaoli, não tem sido tarefa fácil, seja em casa ou fora. O Alvinegro Praiano soma 44 pontos, ocupa a 3ª posição no Campeonato Brasileiro, está no G-4 desde o começo da temporada e é postulante ao título – além de encantar com seu belo futebol. Inclusive, com a vitória, o clube se tornou o melhor visitante da competição.

Entretanto, o Vasco não se deixou levar pelos “rótulos” da equipe paulista e foi para cima. No primeiro tempo, o Santos não viu a cor da bola, apenas assistiu o Cruz-Maltino impor seu ritmo pelas pontas e criar diversas oportunidades. Talles Magno, mais uma vez, conduzia o time pela esquerda, Rossi ia bem na direita – análise no final. Na melhor trama entre os dois, veio a chance de premiar o grande primeiro tempo da equipe. Talles deu lindo lançamento e o camisa 7 invadiu a área e foi derrubado. Pênalti marcado. Rossi repetiu a cobrança que fez contra o Atlético-MG, mas Éverson estava lá para defender.

A equipe sentiu o golpe e voltou desligada após o intervalo. O Peixe aproveitou e abriu o placar e quase ampliou. O Cruz-Maltino buscava se reorganizar e criar oportunidades. Até os 15 minutos, teve pelo menos duas chances de empatar, mas esbarrou na falta de pontaria. Aos poucos o time foi perdendo o poder de reação e se entregando ao resultado. Nem mesmo a de Evandro, aos 33, fez com que o Vasco criasse oportunidades. Luxemburgo ainda promoveu as entradas de Felipe Ferreira, Ribamar e Clayton, que pouco participaram.

Rossi

Foi o grande protagonista na vitória no meio de semana e ganhou a vaga de titular. Como de costume, não faltou entrega, o jogador tentou muito, mas não teve sucesso ao dar sequência às jogadas. Depois que desperdiçou a penalidade, que daria um enredo diferente à partida, não conseguiu voltar ao jogo e acabou sendo sacado. Alguns torcedores até ensaiaram vaias.

Este texto não representa, obrigatoriamente, o ponto de vista da Rádio Opinião.

+ Confira mais notícias do Vasco

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar