Flamengo

Flamengo apresenta proposta de indenização ao MP para vítimas de incêndio

Na manhã desta segunda-feira (18) aconteceu nova reunião onde o clube apresentou proposta para indenizar as família dos 10 mortos e 3 feridos.

A reunião foi realizada na sede do Ministério Público, onde o departamento jurídico do Rubro-negro já havia marcado presença na última sexta-feira, no dia o intuito era tomar conhecimento das conclusões da vistoria que as autoridades realizaram no Ninho do Urubu, que acabou a decisão de interdição do local. Mas desta vez o assunto era outro, a indenização que o clube pagará as famílias dos 10 mortos e 3 feridos do incêndio que destruiu um alojamento da base do Flamengo no Centro de Treinamento, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A proposta Clube de Regatas do Flamengo foi apresentada aos membros do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça da Infância e Juventude na reunião que teve a presença de representantes do Ministério do Trabalho e Defesa Civil. O Ministério Público fez uma contraproposta que terá resposta do Flamengo até o fim da semana. Os valores ainda não foram divulgados mas os cálculos estão levando em conta o tempo de carreira e remuneração média dos jogadores.

Jonathan Ventura é sobrevivente que ficou em estado mais grave. Foto: Reprodução Facebook

O valor seria diferente para as famílias dos jogadores mortos; a vítima que teve lesão permanente, o caso de Jonathan Ventura que teve 30% do corpo queimado e continua internado; e os adolescentes que escaparam sem lesões. Após as instituições entrarem em acordo, a proposta será oferecida as famílias das vítimas, que poderão aceitar ou recusar. No caso de recusa, podem recorrer para indenização individual.

A volta às atividades do time sub-20 do Clube que estava marcado para esta segunda, foi adiada para quinta-feira(21) mas ainda sem local divulgado. O Centro de Treinamento em Vargem Grande continua em funcionamento apesar de pedido da Prefeitura realizado na sexta-feira, para que o CT tivesse suas portas fechadas. O Flamengo alega que não recebeu uma notificação oficial da justiça para parar as atividades do time profissional e continua buscando cumprir as exigências feitas pelas autoridades.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar