Fluminense

Zagueiro Matheus analisa sequência de jogos decisivos

O jogador acredita que a decisão na quinta-feira pela Sul-Americana seja o jogo mais importante da temporada para o tricolor

O zagueiro do Fluminense Matheus Ferraz, falou em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (18) no CT da Barra. O elenco do tricolor carioca se reapresentou na parte da manhã, após empate no clássico com Botafogo em 1×1 no domingo. O jogador analisou o empate e a sequência de jogos decisivos que o time terá pela frente. O próximo é pela Sul-Americana, na quinta-feira, decidindo vaga na segunda fase da competição, o adversário é o Antofagasta e a partida acontece no Chile, 19h15.

Sequência de jogos decisivos

– Uma semana de decisões, de três jogos importantes e difíceis, mas a gente se preparou para esse tipo de situação, para chegar nessas decisões. Acredito que quinta é o jogo mais importante da temporada, contra o Antofagasta, pois é um jogo que vale a classificação, passar de fase. A equipe está bem, com o pensamento focado naquilo que queremos, nos campeonatos durante o ano e vamos com tudo para trazer a classificação.

Evolução do time

– A gente vê que a equipe está evoluindo e, ao mesmo tempo, que tem uma margem para evoluir ainda mais. Cada um tem a consciência disso, de que nossa equipe tem que melhorar em alguns aspectos. Em alguns jogos, estamos vacilando em detalhes e é nesses detalhes que temos que atentar e melhorar. A equipe tem muito a crescer e a dar pelo Fluminense, estamos numa caminhada boa, progredindo e sabendo que temos muito a melhor também.

Adaptação do Ganso

– É um jogador diferenciado, vem numa crescente desde a estreia dele, vem evoluindo, fazendo coisas do estilo de jogo dele, a visão que ele tem durante os jogos é diferente dos outros. Acho que muda, é um cara de peso, que impõe respeito e a equipe adversária respeita, sabe que a qualquer momento, ele pode definir a partida e num clássico, o detalhe pode decidir.

Clássico com o Botafogo

– Foi um jogo muito intenso, um primeiro tempo mais do nosso estilo, daquilo que a equipe vem imprimindo durantes os jogos, com muita intensidade, criando boas oportunidades. No segundo tempo, houve um relaxamento, vacilamos e quando você vacila com uma equipe que tem qualidade do outro lado, eles não vão perder. Então, vai servir de aprendizado e vamos tentar melhorar.

Carinho da torcida e comparações com ex-atleta italiano Paolo Maldini

– Fica mais para a torcida, se for pensar no Maldini, não tem mesmo como comparar. O cara conquistou muitas coisas, é referência na posição, referência na zaga, mas fico feliz por ter esse reconhecimento. Logicamente, sei daquilo que posso render e melhorar, tenho que evoluir a cada dia e mostrar mais do meu melhor para ajudar o Fluminense, mas fico feliz com o carinho da torcida.

*Entrevista retirada do site oficial do Fluminense

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar