BasqueteNBBVasco da Gama

Alberto Bial vê Vasco em fase de crescimento, mas ressalta: “temos que ter coragem para entender o momento que vivemos”

O técnico exaltou a performance da equipe na partida contra o Mogi e acredita em uma "trinca" na véspera do Carnaval

Alberto Bial é o atual comandante do Vasco, 12º colocado na tabela de classificação do NBB 18/19 (26,3% de aproveitamento). O técnico foi campeão Sul-Americano em 1998 quando comandava o Vasco, além dos títulos estaduais carioca, goiano e catarinense. No tempo em que era jogador, Alberto Bial atuou no Fluminense, Flamengo, Club Municipal e Mackenzie, já como treinador dirigiu equipes Fluminense, Flamengo, Botafogo, Vasco da Gama, Liga Angrense, Universo/Ajax, Joinville BA e o Basquete Cearense, onde foi técnico por 6 anos comandando até a última temporada. Alberto Bial é considerado referência do esporte na região Nordeste.

A Rádio Opinião conversou com o técnico, sobre o desempenho do Vasco nas últimas partidas, o momento delicado da equipe no NBB 18/19, dentre outros assuntos. Confira a entrevista exclusiva abaixo.

Rádio Opinião: Na última partida contra o Mogi, o Vasco teve uma de suas melhores performances na competição e foi derrotado no estouro do cronômetro. Perder jogando bem, tem afetado o emocional dos jogadores?

Alberto Bial: “Com toda certeza foi a melhor atuação do Vasco na competição, nós jogamos um basquete no segundo tempo de jogo que é o nosso sonho, jogar um basquete coletivo, onde todos tenham sua função e toquem na bola, onde a defesa tenha uma rotação. Conseguimos executar isso, passamos a frente e tivemos o jogo na mão. Mas isso não afeta a equipe, pelo contrário acho que a equipe sai fortalecida. Lógico, a tristeza no momento que acontece a derrota é terrível. Eu fiquei na fossa até ontem. Hoje já estamos revigorados e prontos para outras disputas. O Vasco vai continuar buscando crescer, já que mostrou ter potencial e forças para jogar um bom basquetebol.”

Alberto Bial está em sua segunda passagem como técnico do Vasco da Gama (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Rádio Opinião: No segundo turno do NBB, o Vasco cresceu de rendimento em relação ao primeiro. Porém mesmo com boas partidas foi derrotado. O que vem faltando para o Vasco conquistar a vitória?

Alberto Bial: “O crescimento foi notório. O time se ajeitou após passar por alguns obstáculos, mas hoje eu entendo que a competição é muito dura e as vitórias e derrotas acontecem por questões como no último jogo, de chances que tendem para um dos lados e nem sempre a gente entende o porquê tá acontecendo dessa forma. Talvez mais para frente entenderemos, mas não tenho uma explicação lógica para isso. Espero que as vitórias passem a vir para o Vasco. A gente tá conseguindo implantar no time um equilíbrio e uma forma mais madura de se jogar basquetebol, para conseguir as vitórias que nos levarão a jogar esse playoff.”

Rádio Opinião: Até que ponto a saída do armador Deonta Stocks, pode impactar na reta final do Vasco no NBB?

Alberto Bial: “A saída do Stocks pode impactar mas de maneira positiva. Acredito que ele não se sentiu muito a vontade aqui e preferiu sair. Quando dois não quer um não briga. Acho que ele vai ser muito feliz lá no São Paulo porque é um grande jogador.”

Rádio Opinião: Atualmente o Vasco é o pior mandante do NBB 18/19, venceu duas e perdeu nove, já como visitante a equipe venceu três e perdeu cinco partidas. Qual o principal motivo do Vasco ter uma campanha melhor jogando fora do que em casa?

Alberto Bial: “Não tem uma explicação para ganharmos mais fora de casa do que em casa. Mas entendemos que não estamos fazendo um campeonato à altura da envergadura que é o Vasco da Gama, de acordo com o peso da instituição. Nosso time tem as suas limitações e está custando, devido ao seu baixo orçamento e pela dificuldade que é a competição, por N motivos a equipe custou a encontrar uma forma de jogar basquete que possa criar situações de vitórias contra qualquer equipe e isso vem acontecendo a partir do segundo turno e a cada jogo nós jogamos um pouco melhor. O que pode ser muito bom, pois se nós começamos a jogar bem a partir da metade do segundo turno e entrarmos no playoff em grande situação, vai dar sentido o porquê fomos tão castigados, até aqui, durante a competição.”

Rádio Opinião: Quais são as expectativas para o restante da competição? Playoffs ou briga pelo rebaixamento, já que hoje vocês estão na zona dos playoffs mas também próximo a zona de rebaixamento.

Alberto Bial: “Nós temos que ter coragem para entender o momento que vivemos, não é para qualquer um. Eu já vivi dois tempos no Vasco. Um tempo eu vim para retomar o basquete do Vasco em uma situação diferente da atual, e a coragem que eu tinha naquela época só aumentou. Depois de 21 anos eu sou um homem com muito mais coragem e sabedoria. Entendo bem o momento que eu vivo hoje com a minha equipe, mas nós vamos, certamente, ter todos os ingredientes necessários para disputar essa vaga para os playoffs e com essa vaga, aí sim, faremos deste playoff um novo campeonato, com uma equipe renovada e buscando fazer os resultados tão almejados no começo da competição. É o momento em que a gente passa a dar sentido a vida. Muitas das vezes a gente é castigado, penalizado, as coisas não acontecem como gostaríamos que acontecesse, e olhamos para o passado e então entendemos o porquê da derrota, o porquê daquele fracasso. E então você entende o porquê acertou daquela vez, o porquê você teve esse sucesso e tantas outras coisas que te levaram a felicidade.”

Botafogo, São José e Paulistano são os próximos adversários do Vasco no NBB (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Rádio Opinião: O Vasco fará três partidas como visitante em apenas seis dias. Já que a equipe tem campanha melhor jogando fora de casa, isso trás confiança ou preocupação, por ser uma sequência fora de casa?

Alberto Bial: “Acredito que o Vasco da Gama pode vir antes do carnaval, nesses três jogos, a fazer uma trinca,  um trio de vitórias que nos levará a dar uma respirada, a sentir o gosto dos triunfos. Nós seremos merecedores disso e isso mostrará como valeu a pena trabalhar todo esse tempo para que nesta véspera de carnaval nós alcancemos a vitória nesses três jogos.”

Confira outras notícias do Vasco da Gama

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar