FutebolFutebol FemininoJudô

O amor pelo futebol é passado de pai para filha

Victória Morais Santos, com 10 anos, mais conhecida como VicM10, nascida e ainda residindo em São Paulo/SP sempre gostou de esportes, especialmente de futebol. Desde bem pequena ela sempre acompanhava seu pai nas quadras e campos onde ele sempre jogava.

Aos 5 anos ela praticava Judô e Ballet, mas logo a vontade de jogar futebol surgiu e não teve jeito, trocou o judô e o ballet, pela escolinha de futebol.

“Ainda sou criança, mas meus pais sempre se empenharam muito para facilitar os meus caminhos. Sei que não é fácil, vejo a cada dia o esforço aplicado, seja para me levar aos treinos ou jogos. Aprendi cedo o valor das pequenas coisas e seus resultados, tudo exige muito esforço, dedicação e disciplina”, conta Victória.

Ela sempre teve muito apoio dos seus pais, seus avós, tios e tias. Sempre lhes incentivam a continuar e nunca desistir dos seus sonhos. E por intermédio de seu pai, ela sempre teve contato com o futebol, mas o primeiro esporte praticado foi o Judô.

“Desde bem pequenininha (ao que me lembro devia ter uns 2 anos de idade) gostava mais da bola do que de boneca. Minha mãe me disse que eu ainda na barriga dela já participava dos jogos do meu pai. (Risos). Já nasci praticamente na quadra e nela quero permanecer”, disse Victória.

Suas duas inspirações, como ídolos, são: Marta e Lionel Messi. Ela admira e busca inspiração, tanto na história quanto na humildade de ambos. Ela tenta lhe fazer melhor a cada dia, aprimorando suas qualidades e treinando bastante para se possível um dia com muita dedicação e chegar próximo de toda história que eles construíram e ainda constroem. E sim, ela quer, um dia, ser “A melhor do Mundo”. (Risos)

“Na verdade não foram eles a verdadeira causa do minha paixão pelo futebol. Acredito que nasci com esse amor, e até digo sempre aos meus pais, ‘não me vejo fazendo outra coisa que não seja jogando futebol’.

Mas, com o passar do tempo, aprendi com toda história de superação que envolve estes dois excepcionais atletas. Eles são uma motivação a mais para que eu nunca venha desistir dos meus sonhos”, conta Victória.

Por enquanto Victória mantém o foco e o sonho, para um dia participar da seleção brasileira. Mas ela já participou de alguns campeonatos, a maioria deles na categoria mista, pois ainda há pouco incentivo para pratica do futebol feminino no Brasil.

Mas ela vê que está melhorando nesse ponto. Porém, ainda há muito a se fazer e um longo caminho a trilhar. Ela apenas participa de campeonatos e torneios pelas escolinhas de futebol que jogo aqui em São Paulo como:

  • PSG (Paris Saint Germain Academy São Paulo)
  • SPFC (Escola de Futebol São Paulo Futebol Clube)
  • PS9 Futsal Feminino (Projeto Social 9)
  • Toca do Gato Futsal

Victória já ganhou sim, algumas medalhas, pois ela já participou, e ainda participa de campeonatos com algumas conquistas e aprendizados que ela sempre leva consigo.

“Primeiramente não deixar de estudar, o estudo é primordial para alcançar nossos objetivos. Sempre respeitar e ouvir os ensinamentos dos que estão a nossa volta, nos apoiando e nos ajudando, nossos pais e professores.

Nunca desistir de seus sonhos, ter foco, treinar muito e ter muita força de vontade acreditando sempre que vai chegar lá… Nunca se abalar com o tamanho das dificuldades. Pare, pense e enxergue o tamanho do seu empenho para vencer. Ter fé em nós mesmos nos faz conquistar o impossível, pois “O Céu não é o limite!!!”

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar