Flamengo

Análise: convenceu. Agora tem que manter

Flamengo joga bem contra a Cabofriense e aplica primeira goleada sob comando de Abel Braga

O Flamengo jogou bem e goleou a Cabofriense neste domingo (03), no Maracanã. Devendo uma boa atuação, o Rubro-Negro, enfim, convenceu e fez uma partida condizente com o estrelado elenco que tem e que pode demonstrar muito mais do que vinha demonstrando nas últimas partidas. Foi a melhor atuação da equipe na temporada, somando também os jogos da Flórida Cup, a praticamente um mês da estreia na Taça Libertadores. A esperança e expectativa do torcedor é pela manutenção do bom futebol jogado. 

Willian Arão comemorando o primeiro gol do Flamengo. Atuação do volante convenceu. (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

O Flamengo impôs um ritmo muito forte e teve a chance de aplicar uma goleada ainda maior no time da Região dos Lagos. Ao menos quatro chances claras de gol – duas de Fernando Uribe, uma de Bruno Henrique e uma de Éverton Ribeiro – foram criadas, mas o goleiro da Cabofriense, George, em tarde inspiradíssima, evitou todos eles.

Por falar em goleiros, Diego Alves, o arqueiro do clube da Gávea, pode usar o mesmo uniforme no próximo jogo. O goleiro, após se desentender com a comissão técnica passada em 2018, voltou ao time titular sob o comando de Abel Braga e praticamente não foi exigido. Nas duas vezes que a bola chegou nele, tava lá para conferir e fazer o que sabe de melhor e que o consagrou na Europa.

CONVENCEU: praticamente todo o time do Flamengo foi bem. As atuações de Willian Arão, que vinha sendo muito criticado pela torcida, com um gol e uma assistência; Diego, que mais uma vez comandou o meio-campo rubro-negro, inclusive fazendo um lindo gol de bicicleta; e De Arrascaeta, que entrou no segundo tempo e mais uma vez esbanjou elegância com passes rápidos e ainda fez seu primeiro gol foram os destaques.

NÃO CONVENCEU: quase ninguém se destacou negativamente, mas as atuações de Pará e Uribe não foram das melhores. O lateral-direito, por já ser marcado pela torcida, às vezes parece sentir a pressão. Ontem chegou a errar uma cobrança de lateral. O atacante colombiano não foi tão mal e teve chance de balançar as redes, mas não conseguiu em nenhuma. E tem gente no banco só esperando uma oportunidade de passar à frente e assumir a grande área rubro-negra.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar