Vasco da Gama

Análise | Já pode entregar a taça? – Vasco x Resende

O Vasco desempenha um futebol melhor do que se esperava no início desse ano.

Já está chegando ao fim a Taça Guanabara. Na noite desta quarta-feira (13/02), o Vasco bateu o Resende pela semifinal do torneio, que quase teve essa partida adiada. Não foi. E ainda bem, porque os vascaínos queriam jogo e fizeram bonito no Maracanã. Vitória tranquila por 3 a 0.

Confira outras notícias do Vasco

Já estava pressionado. O Cruz-Maltino entrou em campo tentando esquecer o confronto contra a Juazeirense, pela Copa do Brasil. Na oportunidade, a equipe de Valentim teve uma atuação desastrosa. Quase nada deu certo. Por pouco não foram desclassificados na primeira fase.

Entretanto, no Cariocão a história vem sendo bem diferente. O time está invicto. Sobra dentro das quatro linhas. Até agora, foram seis jogos, onde nove gols foram marcados e dois sofridos. Méritos do treinador, que apesar de continuar sendo contestado pela torcida, monta uma equipe competitiva, conforme o elenco permite.

Contra o Resende, a noção do que cada jogador deveria fazer com e sem a bola era notável. O amplo domínio da disputa com toques rápidos, de primeira na maioria das vezes, impressionavam. A pressão em cima dos oponentes e a defesa compacta evidenciam o motivo pelo qual os vascaínos sofreram tão poucos gols. Os atletas parecem leves. Se sentem bem em campo. Todos entrosados. Uma consequência proveniente de outra.

Titular pela segunda vez no ano, Maxi López confirma, com a bola no pé, que é mesmo acima da média. Tem uma visão de jogo impecável. Assim como Lucas Mineiro, a grande surpresa até aqui. Marca bem, defende com segurança, faz a transição da defesa para o meio-campo com qualidade, distribui bons passes, arrisca lançamentos perigosos e ainda aparece com perigo no ataque. O primeiro gol, inclusive, foi dele. Já está ambientado ao clube.

Outro destaque é Raúl Cáceres. O paraguaio vai espantando de vez o fantasma da lateral-direita na Colina. Faz o simples. Não inventa. Apoia quando é necessário e consegue ameaçar o outro lado. Lá atrás, mostra total dedicação com a função. Peça fundamental do técnico.

O Gigante da Colina já está classificado para a final, que será decidida contra o vencedor do Fla-Flu. O primeiro time a passar para a decisão está com 100% de aproveitamento. Os rubro-negros, por sua vez, têm um elenco estrelado. Já os tricolores, contam com as táticas de Fernando Diniz para se tornarem os grandes campeões. Com esse retrospecto, a finalíssima tem tudo para ser emocionante.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar