Skate

Aori Nishimura tira o título de Letícia Bufoni na última manobra

A brasileira era a favorita na competição e acabou com a medalha de prata

Aori Nishimura venceu a etapa feminina do Mundial de Street League, o Circuito Mundial de Skate. O torneio aconteceu na Arena 1 do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, no último final de semana. Ela conseguiu o título na última manobra e desbancou a brasileira Letícia Bufoni.

Letícia Bufoni foi apenúltima a entrar na pista. Com a torcida à favor, a skatista ia tendo uma atuação regular e mandando bem nos Best Tricks. Ela estava levando a melhor e colocou a mão no troféu quando fez uma manobra que lhe rendeu uma nota 9,0. Isso levou a galera ao delírio e, momentaneamente, a deixou na primeira colocação.

No entanto, Aori Nishimura ainda estava viva no torneio. A japonesa precisava de uma nota 8,5 para garantir a vitória, 0,1 de diferença para a dona da casa – e foi isso que ela fez. Na última manobra, a asiática de 17 anos surpreendeu e fez o que era necessário para sair campeã.

É difícil explicar. Na minha cabeça, o 9,0 tinha sido suficiente. A manobra que ela fez já tinha feito antes, então achei que não seria uma nota tão alta. Me pegou de surpresa, mas a gente aprende. Vou com mais força para o próximo para tentar o título – relatou Letícia.

Nishimura ainda é jovem e é uma das promessas do Japão para a próxima Olimpíada, que será realizada no país. Ela tem evoluído bastante desde que a modalidade foi integrada ao plano olímpico. Ao final de sua participação, ela concluiu que o peso maior estava do lado da Letícia e ainda disse que aproveitou bem enquanto esteve na pista.

É a casa da Leticia e todos os fãs estavam gritando seu nome, tenho certeza que foi uma grande pressão para ela. Ela conseguiu a manobra que precisava no último minuto, mas foi uma grande batalha e eu gostei muito – avaliou Aori Nishimura.

Classificação feminina:

1ª Aori Nishimura – 32,6
2ª Leticia Bufoni – 32,5
3ª Lacey Baker – 28,50
4ª Mariah Duran – 26,90
5ª Virginia Fortes Aguas – 23,40
6ª Pamela Rosa – 23,30
7ª Karen Feitosa – 15,10
8ª Alexis Sablone – 7,30

O Street League foi realizado nos seguintes moldes: cada atleta teria duas voltas livres, com 45 segundos cada uma. Em seguida, as competidoras teriam a oportunidade de tentar cinco manobras. Na ocasião, as três primeiras valeram. A skatista que tivesse o melhor rendimento entraria no 9 Club – o Clube dos Nove.

A competição é de suma importância para a modalidade. Isso porque o Mundial de Street League é o primeiro torneio a ser reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional. A pontuação contará na classificação das Olimpíadas de Tóquio, em 2020, que terá a estreia do Skate como um dos esportes participantes.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar