Flamengo

Até o Marlos Moreno fez gol, mas o Flamengo ainda não aprendeu a decidir seus jogos em casa

Marlos Moreno recebeu lançamento de Renê, driblou o zagueiro, invadiu a área e finalizou a forte. A bola ainda tocou na trave antes de morrer no fundo das redes e levar mais de 65 mil pessoas ao delírio nas arquibancadas do Maracanã. Logo depois, um lance parecido. O colombiano foi novamente acionado pelo lado esquerdo, ganhou do marcador e tocou para o meio da área. Lá estava Lucas Paquetá, sozinho, pronto para fazer o gol da virada e garantir a vitória rubro-negra sobre o líder Palmeiras. Mas o camisa 11 mandou a bola para o alto, desperdiçando a melhor chance da equipe e vendo a vantagem do time paulista se manter em quatro pontos.

Apesar de não ter jogado mal, apesar de conseguir arrancar um empate, mantendo o campeonato vivo e com a mínima graça possível para continuarmos acompanhando a briga pela liderança, o Flamengo ainda não aprendeu a decidir seus jogos em casa. E não foi a primeira vez que o time deixou seu torcedor frustrado na saída do Maracanã. Na verdade, o Rubro-Negro tem acumulado decepções em partidas decisivas sob seus domínios.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Não que um empate contra o Palmeiras seja um resultado ruim. O Verdão é o líder do Brasileirão, está na semifinal da Copa Libertadores e tem um dos melhores elencos do país. A equipe comandada por Luis Felipe Scolari chegou para o confronto no Maracanã com 15 jogos de invencibilidade no campeonato. Mas novamente, o Flamengo teve a chance de decidir… mas falhou.

Como o próprio Dorival Júnior falou, Lucas Paquetá já decidiu muitos jogos a favor da equipe carioca, mas neste não conseguiu ser eficiente. Agora não há mais tempo para lamentar. O Flamengo já tem pela frente um adversário dificílimo, que por coincidência, derrotou a equipe, em casa, no primeiro turno. No domingo, o Rubro-Negro encara o São Paulo, no Morumbi. O time carioca já entra em campo sabendo do resultado do Palmeiras, que enfrenta o Santos um dia antes. Vencer é mais do que obrigação para manter a esperança de título viva.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close