Atlético-PR

Atlético Paranaense apresenta sua nova identidade visual

As mudanças serão no escudo, uniforme e o nome do clube. Um novo mascote também foi apresentado.

Na noite desta terça-feira o Atlético Paranaense apresentou as mudanças na identidade do clube em um evento para convidados. O escudo passou para revitalização, a letra “H” foi incluída no nome e o acento agudo retirado, além do mascote que passa a ser a Família Furacão e o uniforme para a próxima temporada que já foi apresentada e terá 4 listras verticais, como no escudo, que cortam a parte frontal da camisa. As mudanças serão válidas para a próxima temporada.

As cores do escudo sofrerão alterações de acordo com o uniforme na próxima temporada.

No detalhe o segundo uniforme para a próxima temporada. (Foto: Divulgação/athletico.com.br)
No detalhe o primeiro uniforme para a próxima temporada. (Foto: Reprodução/Twitter)

A inclusão do “H” no nome do clube                                 

Na apresentação o Presidente do Conselho Deliberativo do clube, Mário Celso Petraglia explicou sobre a inclusão do “H”.

“Dentro da nossa nova identidade, a nossa proposta também é resgatar o passado. Começamos com Club Athletico. Temos também que assumir que o Atlético é o Atlético Mineiro. Queremos resgatar o nosso nome de registro. Na nossa caminhada mudamos, mas não há nenhum registro dessa mudança.”

Com a mudança o nome oficial do Furacão passa a ser, Club Athletico Paranaense.

Os 4 ventos do Athletico Paranaense

As 4 listras diagonais presentes no novo escudo representam os 4 ventos do Furacão, que segundo o próprio Athletico definem o clube.

A ambição – estamos sempre em movimento, olhando para o futuro e reinventando o futebol.

A Rebeldia – fazemos diferente, questionamos o status o quo e não temos medo de críticas.

O Entusiasmo – Somos intensos, colocamos nossa paixão em tudo que fazemos.

A Inovação – Sabemos onde queremos chegar e não poupamos esforços para conquistar nossos objetivos.

 

A marca da ascensão do clube

O escudo que atualmente as pessoas reconhecem como do Athletico foi uma inovação do mesmo Petraglia em 1997, quando o mesmo era Presidente do clube. 2018 será o último ano desse escudo, e ele pode encerrar sua “participação” na equipe paranaense com a maior conquista da história do clube, que seria o título da Sul-Americana deste ano.

Mesmo se não vencer o título a antiga identidade do clube já é parte de uma era onde o Athletico ascendeu nacionalmente, campeão do Campeonato Brasileiro em 2001 e vice-campeão da Libertadores em 2005. No ano seguinte mais uma vez foi bem nas competições internacionais e chegou à semifinal da Copa Sul-Americana, perdendo para Pachuca que viria a se tornar o campeão daquela edição. No ano de 2008, quebrou o recorde de vitórias seguidas do “Furacão de 49”, ganhou 12 partidas seguidas.

Este foi o escudo do Club Athletico Paranaense de 1997 a 2018 (Foto:Divulgação/athletico.com.br)

Ao todo são 35 títulos oficiais em sua história, sendo 12 destes conquistados com o escudo adotado a partir de 1997 e que será aposentado ao fim da temporada de 2018.

O atual presidente do clube, Luiz Sallim Emed, falou sobre as mudanças e enfatizou o aspecto vanguardista do Furacão.

“A gente busca uma identidade própria para que os torcedores, ao olhar para a nossa logomarca, consigam identificar o nosso clube. É uma marca que representa o que o Athletico é: Ousado, que tem ambição, rebeldia, que está sempre inovando para ser protagonista”.

Os novos mascotes do Athletico. Detalhe para “Fura-cão” que gerou memes na internet (Foto: Monique Vilela)

Esta não foi a primeira vez que a equipe Paranaense é inovadora. Em 1997 começou a construir o que se tornaria a primeira Arena do país, inaugurada em 1999, e em 2015 era o dono da primeira Arena coberta da América Latina.

A estranheza inicial é comum, mas o Athletico Paranaense cumpriu o objetivo de revitalização da marca, está mais moderna e original, resta agora a internacionalização da marca e principalmente a familiarização do torcedor com a nova identidade. A revitalização da marca foi divulgada nos principais veículos do jornalismo esportivo.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar