Botafogo

Barroca fala sobre falta de João Paulo na partida contra o Corinthians: “O substituto precisa manter o padrão de qualidade dele”

Fora por suspensão, João Paulo é elogiado por Barroca e diz que é um jogador importante para a equipe

O técnico Eduardo Barroca concedeu entrevista coletiva nessa sexta-feira (16), no estádio Nilton Santos, e falou sobre a falta que João Paulo fará no jogo contra o Corinthians, nesse sábado (17).

“Desde que estou aqui, o João Paulo deixou de jogar apenas um jogo sob meu comando, se não me engano foi contra o Fluminense, no Maracanã. É um jogador importante, está habituado a jogar comigo, tem experiência, controla bem o jogo, sabe tudo o que quero da equipe na posição dele, mas infelizmente não está apto a jogar. O substituto precisa manter o padrão de qualidade que ele vem tendo pra gente conseguir essa vitória sobre o Corinthians.”

Além de João Paulo, Carli e Alex Santana também estão fora da partida, ambos por desconfortos musculares. Barroca não lamentou a ausência de Carli, e disse valorizar os jogadores que tem para a partida.

“Não lamento a ausência dele, valorizo os jogadores que vão jogar. Enfrentar o Corinthians em qualquer situação é muito difícil. Esta há muitos jogos sem perder lá, teremos que fazer um jogo beirando a perfeição, equipe que sofre poucos gols, muito organizada, tem grande treinador, talentos individuais, ótimas condições de trabalho. Mas vai enfrentar um Botafogo que também vive bom momento, tenho confiança no trabalho.”

O técnico Alvinegro disse sobre a dificuldade que é enfrentar o Corinthians, até mesmo por já conhecer a “casa”. Mas falou em acreditar na terceira vitória seguida e na confiança de fazer um grande jogo fora de casa.

“Sou muito grato ao Corinthians pela forma como fui tratado, trabalhei lá duas vezes, tenho muito respeito e sempre fui muito respeitado. Essa última passagem foi muito importante para a minha vida profissional. O Corinthians é uma equipe muito bem organizada, muito clara a ideia que ele tem da equipe. No Corinthians é muito bem enraizada essa cultura coletiva. Não podemos ir lá pensando em empatar, temos que ir pensando em vencer.”

“Acho que dá uma confiança muito grande buscar essa terceira vitória, mas já falei antes que trabalhamos nesse segundo ciclo com uma meta clara de pelo menos igualar a pontuação do primeiro ciclo. Temos cinco jogos e precisamos de mais oito pontos. Uma meta audaciosa, temos que trabalhar na nossa plenitude. Temos dificuldades nesse jogo com o Corinthians, o time um pouco descaracterizado. Mas tenho confiança muito grande em todos do grupo, e confiança que podemos fazer grande jogo.”

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar