BotafogoFutebol

Bochecha sofre injúria racial de torcedor de Juventude, no Alfredo Jaconi

Juventude soltou uma nota oficial se pronunciando sobre o ocorrido

O Botafogo foi derrotado pelo Juventude, nesta quinta (12), pela Copa do Brasil, porém um fato negativo chamou a atenção no Alfredo Jaconi: um torcedor do Juventude chamou o volante do Botafogo, Gustavo Bochecha de macaco.

O fato aconteceu quando Gustavo Bochecha aquecia, juntamente com todos os outros reservas do Botafogo, atrás do gol, quando um torcedor acabou ofendendo de forma discriminatória o atleta. A informação foi passada pela Rádio Caxias, de Caxias do Sul.

O Juventude se manifestou sobre a situação através de nota oficial. Segundo o clube, o torcedor foi identificado e conduzido ao posto do Juizado Especial Criminal, que fica de plantão no Estádio.

Confira a note divulgada pelo clube

Dadas as acusações de um atleta do Botafogo de Futebol e Regatas em relação a insultos descabidos por parte de um torcedor, o Esporte Clube Juventude salienta que não compactua com nenhum tipo de ato discriminatório.
Ao tomar conhecimento do fato, o Esporte Clube Juventude prontamente se mobilizou juntamente com a Polícia Militar para que fosse realizada a identificação do torcedor. O mesmo foi identificado e conduzido ao posto do Juizado Especial Criminal, que, costumeiramente, atua com plantão no estádio Alfredo Jaconi em dias de jogos.
O Esporte Clube Juventude reitera que atitudes individuais e isoladas não representam a postura da torcida e do clube.
Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar