Vasco da Gama

Bruno César sobre gol: “Espero que agora abra a porteira e que eu faça mais gols até o final do ano”

Cruzmatlino precisa vencer o Bangu na próxima rodada para não depender de resultados de terceiros e se classificar às semis da Taça Rio

Na preparação para o decisivo jogo do próximo sábado (23), contra o Bangu, o elenco cruzmaltino fez treinamento em São Januário. Após a atividade, Bruno César conversou com os jornalistas na coletiva de imprensa. O meia falou sobre seu primeiro gol com a camisa do Vasco, realçou o talento de Tiago Reis e ainda refletiu sobre a cobrança da torcida.

Confira outras notícias do Vasco da Gama

O PRIMEIRO GOL COM A CAMISA DO VASCO

“Por mais que o time esteja ganhando, quando você é novo no clube existe esta expectativa de quando vai sair o primeiro gol, em que jogo, como vai ser. Já vinha fazendo bons jogos e dando passes para gols. Eu estava focado, trabalhando para isso. Mas acredito que o mais importante com certeza é sempre o Vasco estar vencendo, independentemente de quem fizer os gols. Espero que agora ‘abra a porteira’ e que eu faça mais gols até o final do ano – afirma Bruno César.”

O PRÓXIMO DESAFIO CONTRA O BANGU

“A gente sabe que é um jogo difícil, temos que ganhar. Sabemos da qualidade do time do Bangu, estão fazendo um grande campeonato. Mas como falei em outras entrevistas, o Vasco quando entra no campeonato, entra pra vencer. Então independente de quem esteja do outro lado, faremos de tudo para vencer, porque dependemos deste jogo também.”

A COBRANÇA DO TORCEDOR

“Quando cheguei, disse que ao estar 100% a cobrança poderia vir, mas acredito que desde o primeiro momento que vestimos a camisa do Vasco existe uma responsabilidade. Agora muito mais pelos jogos que fizemos, e isso faz parte, estamos em um time grande. Jogar sem cobrança é chato, o torcedor tem que cobrar mesmo, é válido. É necessário saber o momento da cobrança, mesmo com o time fazendo grandes jogos e invictos na temporada, na partida contra o Avaí a torcida cobrou daquele jeito o treinador. Porém devemos respeitar, cada um tem sua maneira de pensar, eu acho que não foi no momento certo, um pouco injusta.”

“Creio que não foi uma cobrança exagerada (a da torcida), mas como disse, a gente ficou 14 jogos sem perder. Tem que ter a cobrança mas no momento certo. O Alberto (Valentim) é um excelente profissional, um dos melhores que já tive. Eu trabalhei com grandes profissionais, tanto na Europa quanto no mundo árabe, e eu o Alberto é muito inteligente que sabe armar bem o time. A responsabilidade não é apenas dele. Nós treinamos a semana toda e ele coloca o time pra jogar, a responsabilidade é nossa também. Não tem essa de ‘treinador não sabe mexer na hora certa’ – finalizou o camisa 10.”

PROBLEMAS PESSOAIS DE MAXI LÓPEZ

“Problema familiar é difícil, temos que respeitar este lado pessoal. Sabemos da qualidade de Maxi (López) dentro de campo, ele nos ajuda muito. Não sei dizer se é isso que está atrapalhando ele. É o momento de estar todo mundo do lado dele, apoiando ele. Fase ruim todo jogador passa. Todo o elenco está do lado do Maxi, conversar com ele, ver o que ele precisa e nós vamos nos apoiando. Daqui a pouco o Maxi está de volta nos ajudando novamente e dando muita alegria ao torcedor.”

RELAÇÃO COM O VALENTIM

“Jogar com o Maxi ou não é da opção do treinador. Cada jogo tem uma escalação e é opção dele decidir se eu jogo ou não. Quando cheguei já havia feito metade de uma temporada e para eu não ter uma queda de rendimento no meio do ano, iria ser feita uma pré-temporada maior. Essa questão foi conversada com ele, alguns jogos eu iria jogar 90 minutos, outros eu iria dar uma descansada. Isso de quem vai jogar, Bruno César, Thiago Galhardo, Yago Pikachu, Rossi é boa para ele, pois assim são mais opções. Uma ‘dor de cabeça’ boa. Quem entrar vai procurar dar o melhor para o Vasco, tenho certeza que todo o elenco está focado em fazer um grande ano – disse Bruno César.”

TIAGO REIS

“O Tiago (Reis) é um bom jogador. Temos que saber a hora certa de colocar estes atletas, Tiago Reis, Lucas Santos, Dudu, e acredito que o Alberto tem tido este ‘time’ certo. Colocou ele contra a Cabofriense, já neste jogo ele foi titular e fez o gol. É um menino que vai dar muitas alegrias para o torcedor vascaíno. Acho que vai nos ajudar bastante, pois é um ano muito longo onde vamos precisar de todos – ressalta o meia.”

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar