Fluminense

Caio Henrique projeta duelo difícil e pede tranquilidade aos companheiros

Jogador concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira

Entrevista coletiva foi realizada no Centro de Treinamento da Barra.

O Fluminense venceu o Santa Cruz por 2 a o, jogo de ida, da Copa do Brasil. Agora o tricolor sabe que vai ter um jogo complicado, fora de casa, nesta quinta-feira, pelo jogo de volta. Caio Henrique falou sobre o jogo, sobre a ausência de Ganso, sobre o Brasileirão e sobre suas funções no Fluminense.

– Todos sabemos que minha posição de origem é o meio-campo, como volante. Só que a lateral esquerda é uma posição que já joguei na base, então não é uma posição nova para mim. Venho me adaptando bem, fazendo bons jogos. Onde o professor Diniz precisar, estarei tentando ajudar o Fluminense.

Confira trechos da entrevista coletiva de Caio Henrique retiradas do site oficial do clube.

Jogo de ida

Poderíamos ter feito um placar mais elástico no primeiro jogo. Infelizmente não conseguimos. Eles são uma equipe muito difícil de derrotar lá no Recife. Esperamos um jogo com casa cheia, com eles vindo para frente. Precisamos entrar com a cabeça tranquila, aproveitar as oportunidades e também tentar fazer o nosso jogo.

Permanência
Estou muito feliz no momento. Deixo isso (renovação) mais para frente. Temos uma temporada longa, muito difícil. Meu objetivo é fazer bons jogos, ajudar o Fluminense a conquistar os objetivos e lá na frente, quem sabe, poder permanecer.

Brasileirão
O nosso grupo se adaptou bem ao estilo de jogo do Diniz, até mais rápido do que a gente imaginava. É totalmente diferente, como podemos ver nos jogos, um estilo de bastante posse de bola, passe. O grupo vem melhorando a cada partida. Temos totais condições de fazer um grande Brasileirão. Vamos tentar começar com o pé direito porque é uma temporada difícil.

Versatilidade
Já havia atuado na lateral esquerda, então ter contato com a bola me favorece. Os jogadores que fazem uma ou duas posições podem se sobressair no esquema do Diniz.

Possibilidade de títulos
Estamos treinando desde o início do ano para vencer os torneios que entramos. A cabeça tem que ser no título. Vamos jogo a jogo, mas temos que almejar coisas grandes, que é o lugar que o Fluminense merece. Esperamos chegar no fim do ano comemorando.

Lesões
É normal. Estamos tendo uma temporada muito corrida, jogo atrás de jogo, tivemos pouco tempo de descanso. Treinamos também para prevenir isso. A equipe que entrar contra o Santa Cruz vai fazer tentar fazer o seu melhor e o professor Diniz vai colocar os melhores à disposição.

Ausência de Ganso
Quando o Ganso está em campo, é uma referência para a gente, até para os mais novos. A maioria dos jogadores se espelha nele, é um cara que nos ajuda bastante. Se ele não jogar, temos um grupo muito bom, quem entrar no lugar vai suprir a ausência dele. Temos tudo para fazer um grande jogo.

Preparação
O professor Diniz vai passar para a gente o que precisamos esperar para essa partida com o Santa Cruz, temos que ter a cabeça fria, treinar bem, fazer uma boa preparação, para enfrentar essa partida.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar