Futebol de baseSub-20Vasco da Gama

Cinco jogadores do Vasco da Copinha, para ficar de olho

O título não veio, mas a Copinha de 2019 do Vasco continua sendo ótima, visto que serviu para revelar o potencial de muitos jogadores

Vice-campeão da 50ª edição da Copa SP de Futebol Júnior. A equipe terminou a competição invicto, e o desempenho do time deu esperanças ao torcedor vascaíno de que ainda há base do Vasco ainda pode render craques para o time profissional. Muitos jogadores se destacaram e mostraram seu potencial, provando que podem defender o Vasco. Lucas Santos, Miranda, Alexander e Tiago Reis, foram chamados por Alberto Valentim a integrar a categoria profissional do Vasco, assim que terminou a Copinha.

Confira outras notícias do Vasco da Gama

Foto: Reprodução/Twitter oficial do Caio Lopes

Caio Lopes, 18 anos (2000) – versátil e técnico, um verdadeiro “box-to-box”. No Sub-17 era utilizado mais como primeiro volante, mas no Sub-20 com o técnico Marcos Valadares, Caio Lopes passou a apoiar mais e ter mais liberdade, se tornando assim fundamental no jogo do Valadares. Na Copinha foi segundo volante, primeiro volante, e ainda jogou aberto. Mas sempre chegando na frente e construindo as jogadas. Fez 2 gols em 8 partidas na Copinha, ficando de fora apenas de uma pois estava suspenso. Jogou em função semelhante a que o Andrey normalmente faz no profissional.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

João Pedro, 18 anos (2000) – talentoso e com personalidade, jogador incisivo. Parte pra cima dos marcadores, mas sempre objetivo, em direção ao gol. Nos momentos em que as jogadas do Vasco não encaixavam, era bola no João Pedro e Lucas Santos, para resolverem na individualidade, na habilidade em que ambos tem. A visão de jogo aliada a rapidez de João Pedro rendeu muitos gols ao Vasco. Talvez o mais determinante tenha sido a assistência para o Tiago Reis fazer o gol no empate em 1 a 1 com o Voltaço. Marcou um gol em 9 partidas disputadas na competição.

Foto: Reprodução/Twitter oficial do Bruno Gomes

Bruno Gomes, 17 anos (2001) – está apenas em sua primeira temporada na categoria Sub-20, a primeira competição foi a Copa RS, em que o Vasco alcançou a semifinal, e o volante logo foi um dos destaques do time. O Vasco inclusive renovou o contrato do atleta após a competição. Na Copinha, jogou em um nível maior do que o apresentado na Copa RS, como todo o time do Vasco. Além de ser o principal marcador no meio-campo vascaíno, Bruno Gomes também foi o homem da saída de bola no esquema de Marcos Valadares. Com um bom posicionamento e uma ótima consciência tática, o jogador cumpriu sua função defensiva e ofensiva muito bem. Jogou todas as 9 partidas do torneio, e ainda marcou um gol de cabeça na vitória contra o Coritiba.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Talles Magno, 16 anos (2002) – velocidade e drible. São palavras que podem definir o estilo de jogo do atacante. No Vasco da Gama desde os 9 anos de idade, Talles Magno é tratado como uma das maiores promessas da geração de 2002 do Vasco da Gama. Para aceitar liberar o Bruno César para acertar com o Vasco, o Sporting Lisboa pediu a preferência na compra do Talles, algo que exemplifica de maneira bem simples o potencial do atacante. Está em sua primeira temporada na categoria Sub-20 e a Copinha foi sua primeira competição. Foi titular nas duas primeiras partidas do torneio, nas partidas seguintes indo ao banco. Foi utilizado em 8 partidas pelo Marcos Valadares e fez um gol. Com o atacante Tiago Reis subindo para o profissional, há uma tendência de que o Talles tenha mais espaço no time titular Sub-20, disputará vaga com Vinícius Paiva e Lucas Imperiano. Talles Magno vem sendo convocado para seleção brasileira Sub-17, e vive a expectativa de fazer parte da convocação para o Sul-Americano Sub-17 de 2019.

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Riquelme, 16 anos (2002) – veloz e técnico. Após boa temporada de 2018 no Sub-17 do Vasco, o lateral-esquerdo subiu para o Sub-20. Na Copinha, entrou em todas as partidas vindo do banco, em algumas não só foi bem como mudou o ritmo do jogo, como na final da Copinha contra o São Paulo, Riquelme deu a assistência para Tiago Reis empatar a partida. No entanto, contra o Volta Redonda, o lateral entrou mal na partida e não conseguiu dar a movimentação que o time necessitava no momento. Riquelme não chamou atenção só da torcida vascaína com seu futebol, segundo informações do jornalista Lucas Pedrosa, Real Madrid e PSG tem interesse no lateral. Como Talles Magno, Riquelme vem sendo convocado para a seleção brasileira Sub-17 e vive a expectativa de ser chamado para defender a canarinho no Sul-Americano Sub-17 de 2019.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar