Campeonato BrasileiroVasco da Gama

Em jogo repleto de polêmicas e cartões, Palmeiras vence Vasco em São Januário

Luiz Adriano marcou o gol da vitória alviverde. Leandro Castan foi expulso pelo lado Cruz-Maltino

Não faltou emoção na vitória do Palmeiras sobre o Vasco, por 2 a 1, em São Januário, pela ela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com direito 11 cartões, gol validado pelo VAR e expulsão de Leandro Castan, o Alviverde garantiu os três pontos diante do Cruz-Maltino, na noite desta quarta-feira. Lucas Lima e Luiz Adriano fizeram para os visitantes e Mayke (contra) diminuiu.

Primeiro tempo

A primeira etapa foi animada em São Januário. O Palmeiras saiu na frente em lance de toques rápidos no ataque. Matheus Fernandes achou Lucas Lima, que bateu, Fernando Miguel fez a defesa parcial, e no rebote o meia do palmeirense empurrou para o fundo do gol. Aos poucos o Vasco crescendo e chegou ao empate. Após jogada individual, Rossi cruzou e Mayke, bizarramente, fez contra. O Cruz-Maltino teve a chance de virar, Guarín roubou desarmou Luan, ficou cara a cara com Prass, mas chutou em cima do goleiro.

Segundo tempo

No segundo tempo o nível técnico decaiu, mas a partida ganhou em emoção. As equipes não fizeram uma boa segunda etapa, mas o Palmeiras teve as melhores oportunidades. Zé Rafael carimbou a trave e no rebote Luiz Adriano chutou para fora. Minutos depois, o mesmo Luiz Adriano ganhou da defesa e colocou o Palmeiras na frente novamente. Daí em diante, o Vasco foi para cima na base do abafa, mas não conseguiu ameaçar o adversário. No final da partida, Henriquez foi derrubado na área, o VAR foi acionado, mas Rafael Traci mandou o jogo seguir, na confusão do lance, o zagueiro Leandro Castan foi expulso por reclamação.

Polêmicas

Aos 31 minutos do segundo tempo, o lance do jogo. Luiz Adriano disputa com Danilo Barcelos, recupera a bola e faz o gol. Porém, os vascaínos reclamam de falta no lance. Após checagem com o árbitro de vídeo, o tento foi validado. Minutos depois, Leandro Castan é expulso por reclamação. O zagueiro reclamou com o juiz sobre um possível pênalti não marcado e acabou recendo dois cartões amarelos. O lance em questão foi revisto e o árbitro Rafael Traci não assinalou a penalidade.

Muitos cartões

O árbitro Rafael Traci aplicou 11 cartões na partida, sendo 10 amarelos (7 para o Vasco e 4 para o Palmeiras) e 1 vermelho, para Leandro Castan.

 

Como fica

O Palmeiras chega aos 66 pontos, segue na vice-liderança, e diminui, momentaneamente, a vantagem do líder para três pontos (Fla ainda joga na rodada). Enquanto o Vasco cai para 12º colocado, com 39.

Agenda

O Vasco visita o CSA, domingo, às 19h, no Estádio Rei Pelé, enquanto o Palmeiras recebe o Corinthians, sábado, às 19h, no Pacaembu.

 

Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar