FlamengoLibertadores da América

Flamengo goleia o San José por 6 a 1 e lidera o Grupo

Noite apoteótica do Flamengo na última partida em casa na fase de grupos

Grande noite para o torcedor do Flamengo que lotou o Maracanã (64.814 torcedores) e viu o Flamengo Golear o San José por 6 a 1 e assumir a liderança do Grupo D.

Alexandre Vidal/ Flamengo

O Flamengo não tomou conhecimento e passou por cima da equipe boliviana do San José aplicando uma goleada por 6 a 1. Contudo, a equipe oscilou em alguns momentos oferecendo ao adversário algumas oportunidades que assustaram os torcedores, tanto é que no fim da primeira etapa ouviu-se vaias. No retorno para o segundo tempo o Flamengo voltou ligado e tratou de liquidar a partida aplicando o placar mais elástico da fase de grupo da Libertadores da América 2019.

Alexandre Vidal/ Flamengo

Primeiro Tempo

O Flamengo começa o jogo fazendo pressão na equipe do San José e para isso colocou três atacantes Bruno Henrique, De Arrascaeta e Everton Ribeiro, e a pressão funcionou, pois logo aos três minutos consegue abrir o marcado com gol do Diego Ribas aproveitando rebote e tocando de cabeça. Antes mesmo do gol o Arrascaeta teve uma grande chance que ele desperdiçou jogando para fora. Logo após o gol, a situação do Flamengo ficou ainda melhor, pois o San José ficou com um jogador a menos, Leonardo Toco recebeu cartão vermelho por falta no atacante Bruno Henrique, que entrava sozinho e o jogador do San José era o último homem.

O susto

Tudo parecia tranquilo para o rubro-negro que chegava com muita facilidade ao gol do San José, mas em uma joga isolada que contou com a desatenção da defesa o Flamengo, a equipe boliviana consegue o gol de empate.  Para se ter uma ideia do apagão que deu no time, o Flamengo tinha 5 jogadores na área defensiva contra 3 jogadores do San José e ainda sim consegue fazer o gol. Talvez, em razão deste gol e por outras jogadas que ocorreram no fim do primeiro tempo a torcida tenha vaiado a equipe.

Segundo tempo

Com um jogador a mais em campo, o Flamengo volta para segundo tempo tentado fazer valer essa vantagem, joga o tempo todo no campo de ataque e nos 15 primeiros minutos da segunda etapa já tinha perdido pelo menos três chances de ampliar o marcador, em uma delas, Bruno Henrique faz bela tabela com Everton Ribeiro aparece na frente do goleiro Lampe, mas força a jogada e a bola vai para fora.

Contudo, a melhor técnica do Flamengo prevaleceu e os gols foram saindo. Como no caso do terceiro gol que em linda jogada de Everton Ribeiro que vai ao fundo pela direita e cruza,  De Arrascaeta mata no peito e dispara um chutaço no gol do San José, o terceiro para Flamengo, quarto do Arrascaeta com Camisa do Flamengo e primeiro pela Libertadores.  Depois disso, o Flamengo fez mais três gols, Everton Ribeiro, Vitinho (pênalti) e Pará ( em bola que bate no zagueiro do San José)

Cara de Poucos amigos

Apesar da vitória tranquila a partida teve também uma situação estranha envolvendo o meia Diego Ribas.  Aos 24 minutos do segundo tempo o técnico Abel substituiu o jogador  e promoveu a entrada do atacante Vitinho. As imagens apontaram para certa insatisfação do meia com a substituição. Ele entregou a faixa de capitão para o Cuellar que falou alguma coisa para Diego, o meia saiu de campo lentamente com cara de poucos amigos. Já fora de campo ouviu a torcida gritar seu nome. Parece que o meia não mais unanimidade.

Bela vitória e a liderança momentânea

A goleada imposta pelo Flamengo valeu mais do que três pontos, valeu também a reconquista da liderança do grupo D com 9 pontos e saldo de 7 gols, 3 gols a mais que o segundo colocado o Penãrol que também 9 pontos. O Flamengo fecha a fase de grupos jogando duas partida fora de casa e precisa de pelo menos 1 ponto para conseguir passar de fase e uma vitória para conseguir ser o primeiro do Grupo.  Por fim, De Arrascaeta foi escolhido o melhor em campo.

 

 

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar