Copa Sul-americana

João Pedro brilha, marca três vezes e Fluminense vence o Atlético Nacional

Equipes se enfrentaram no Maracanã

O Fluminense venceu o Atlético Nacional, da Colômbia, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. No Maracanã, o Tricolor contou com o apoio do seu torcedor e venceu o ‘Rey de Copas’ por 4 x 1, com gols de João Pedro (3) e Luciano. Barcos descontou para o time da Colômbia. A volta acontece na próxima quarta-feira, dia 29, às 21h30, no Estádio Atanasio Girardot.

1º Tempo

O Fluminense começou o primeiro tempo de forma eletrizante e com sete minutos já vencia por 2 a 0. Em noite inspiradíssima, João Pedro marcou o primeiro, de cabeça, após cruzamento de Yony, aos dois minutos. Cinco minutos depois, Daniel tocou em profundidade e João Pedro tocou, de cavadinha, na saída do goleiro.

O Atlético Nacional tentou sair para o jogo, já que a vantagem para o Fluminense era muito boa. Hernán Barcos (aquele) tentou fazer de cobertura e a bola foi no travessão. Porém, quem não faz leva. Essa é a máxima do futebol. Um minuto depois, João Pedro recebeu na esquerda e cruzou na área. Luciano, livre de marcação, só empurrou para o fundo do gol e fazer o terceiro com 11 minutos.

Aos 16, Machado foi derrubado por Gilberto na área e o juiz marcou pênalti. Barcos bateu e fez. Com o gol, o time colombiano se animou e ensaiou uma pressão. Primeiro o lateral Machado invadiu a área e limpou a marcação. Na hora da finalização, entretanto, Luciano conseguiu salvar. Logo em seguida, Barcos recebeu na área, girou e bateu. Agenor caiu bem e defendeu.

Mas o dia era, realmente, de João Pedro. Cruzamento de Caio Henrique e o menino de 17 anos cabeceou a bola na trave. No rebote, o próprio João Pedro só empurrou para o gol para fazer o quarto do Fluminense. O terceiro dele na noite.

O Fluminense ainda teve a chance de ampliar. Yony foi puxado por Bocanegra dentro da área e o juiz marcou o pênalti. O próprio Yony foi para a cobrança mas o goleiro Cuadrado defendeu. No fim do primeiro tempo o atacante Yony ainda teve mais uma chance após jogada de Gilberto. Na finalização o atacante mandou por cima.

2° Tempo

Mesmo com a vantagem no placar o Fluminense não se acomodou e continuou indo para cima, em busca do quinto gol. com 13 minutos Luciano teve a primeira oportunidade. O zagueiro Hernández se atrapalhou e a bola ficou com João Pedro. Ele deixou para Luciano, que bateu por cima. Aos 20 minutos, outra oportunidade para o camisa 18. Luciano recebeu na área, girou, mas não conseguiu de tirar de Cuadrado, que fez a defesa.

O Tricolor das Laranjeiras seguia pressionando. João Pedro teve mais uma oportunidade após jogada de Caio Henrique. O goleiro Cuadrado evitou mais uma vez. Se não fosse o goleiro, por sinal, o placar poderia ter sido bem mais elástico.

A noite era mesmo de João Pedro. O garoto infernizava a vida dos marcadores e não parava de ir para cima. Aos 35, ele deu linda caneta em García e tocou para Gilberto, que soltou a bomba e a bola passou rente à trave de Cuadrado. Aos 42 Gilberto teve outra chance. Dessa vez após jogada de Yony. O atacante cruzou e o lateral cabeceou para boa defesa do goleiro.

Próximos compromissos

O Fluminense volta a campo no próximo domingo, contra o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro. A bola rola às 19h (de Brasília), na Fonte Nova. O Atlético Nacional enfrenta o Deportivo Cali, fora de casa, também no domingo. As duas equipes voltam a se enfrentar na quarta-feira, pelo jogo de volta da Copa Sul-Americana.

 

Ficha Técnica

Fluminense 4 x 1 Atlético Nacional (COL)

Sul-Americana – Segunda fase – Primeiro jogo

Local: Maracanã (Rio de Janeiro)

Data: 23/05/2019 (quinta-feira)

Horário: 21h30 (Horário de Brasília)

Público presente: 28.441 pessoas

Gols: João Pedro (2’/1ºT, 7’/1ºT e 32’/1ºT) e Luciano (11’/1ºT). Barcos (17’/1°T)

Cartões Amarelos: Caio Henrique (Fluminense). Hernández, Yabur, Cepellini e Rovira (Atlético Nacional)

Fluminense: Agenor, Gilberto, Matheus Ferraz, Nino, Caio Henrique; Allan, Daniel (Igor Julião), Paulo Henrique Ganso; Yony González, João Pedro (Pablo Dyego), Luciano (Marcos Paulo). Téc.: Fernando Diniz.

Atlético Nacional: Cuadrado, Gilberto Garcia, Bocanegra, Nicolás Hernández, Deiver Machado; Rovira, Sebastián Gómez, Juan Ramírez, Copellini, Vladimir Hernández; Hernán Barcos. Téc.: Paulo Autuori.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar