F1

Fórmula 1: Lucas Costa começa assistir em 1997 e conta quais seus pilotos preferidos

Lucas Fernandes de Souza Costa, com 25 anos, nascido e ainda morando em Santos-SP, começou a assistir Fórmula 1 em 1997 (com apenas três anos), se identificou com o piloto Michael Schumacher, mas admira Ayrton Senna.

A primeira corrida que Lucas assistiu na vida foi o GP da Alemanha daquele mesmo ano, vencido pelo Gerhard Berger (a última vitória dele) na Fórmula 1.

Lucas nasceu no dia 02 de julho de 1994, exatos dois meses e um dia depois da morte do Ayrton Senna, mas seus pais sempre lhe contaram as fantásticas histórias do tricampeão.

Quando criança, ele teve esse sonho de correr, ainda mais por jogar bastante o F1 98 no videogame. Depois vieram o Grand Prix 2, 3 e 4 (o Gp4 que ele joga até hoje) e os novos games da Fórmula 1.

Com Lucas sempre correndo online desde 2010-2011, e sempre utilizando um capacete semelhante ao do Senna, seus adversários (que são de outros países), já sabem que ele é brasileiro, justamente pelo capacete, e todos eles veneram o Ayrton Senna.

“Em 2008, toda a minha família torceu pelo Felipe Massa, na decisão do título em Interlagos. Eu fui o único que torci pelo Lewis Hamilton, por ele ser um piloto muito bom e também por ter Ayrton Senna como seu grande herói. Vibrei quando ele passou o Timo Glock na Junção. Minha reação rendeu boas risadas com a família depois”, conta Lucas.

Lucas admirou muito Ayrton Senna. Mesmo não o tendo visto correr, ele conheceu sua história e rapidamente quis saber mais. Vendo vídeos, programas especiais, e tal. Com isso, ele virou fã do brasileiro, não só como o grande piloto que foi, tricampeão mundial, mas também como a pessoa, o ser humano fantástico que foi.

Porém, seu primeiro ídolo na Fórmula 1 foi Michael Schumacher, pois ele cresceu vendo o alemão ganhar tudo e quebrando recordes. Depois da sua saída da Ferrari (na primeira aposentadoria), ele torceu pelo Raikkonen, que foi campeão em 2007.

Já em 2008, com o finlandês fora da disputa pelo bi, contra todo mundo, ele resolveu torcer pelo Lewis Hamilton. Não só por ser um grande piloto que estava surgindo, mas também por ele ser muito fã do Ayrton Senna e ter o capacete parecido com o dele.

Na atualidade Lucas torce pelo Hamilton. Ele viu os 5 títulos do alemão pela Ferrari e viu a ascensão do Fernando Alonso, que é outro piloto, que ele também admira bastante. Mas o que o Hamilton faz, para o Lucas, é simplesmente fenomenal.  Porém, para Lucas, Hamilton é o terceiro maior de todos os tempos, atrás apenas do Ayrton Senna e do Michael Schumacher.

“Lutem bastante e jamais deixem de acreditar no seu grande sonho. Querer, poder, lutar e conseguir. Tenham muita força, muito foco e muita determinação que o sonho, que vocês tanto almejam, vai se transformar em realidade”, finaliza Lucas.

LEIA MAIS

Filho seguiu o pai no gosto e na admiração ao Ayrton Senna

Dilma admira Ayrton Senna e sente falta de pilotos brasileiros na F1

 

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar