E-Sports

INTZ é bicampeã da Superliga ABCDE

O clássico entre paiN e INTZ tinha mais que o título em jogo, havia também uma generosa premiação: um total de R$ 100 mil.

No último domingo (23), rolou o clássico PAINTZ na final da Superliga ABCDE – Associação Brasileira de Clubes de eSports. Na ocasião, a INTZ saiu vitoriosa, assim como no ano anterior, e conquistou o bicampeonato. O duelo ocorreu nos estúdios BBL, em São Paulo, e só foi decidida no 5º game com um placar de 3 a 2 para os Intrépidos. 

Conheça os vencedores do Prêmio eSports Brasil 2018

Foto: Divulgação / BBL

RESUMO DA FINAL

Por ser um clássico entre duas grandes equipes, a paiN e a INTZ, não havia um favorito definido. No início, a INTZ se mostrava mais forte e incisiva. Eles conseguiram segurara a paiN no primeiro jogo e saíram melhores na série. O segundo jogo foi equilibrado. A paiN conseguiu sair à frente, mas os adversários conquistaram os objetivos do mapa, chegando mais forte ao late game e a um passo do título.

No match point, a paiN diminuiu a vantagem. Marcelo “Ayel”  Mello e Thiago “Tinowns” Sartori realizaram um backdoor emocionante para nivelar o clássico a favor da equipe. E este cenário permaneceu na quarta luta. Os Intrépidos pareciam perdidos e a paiN aproveitou. Eles empataram a MD5  e com um placar de 11×0 de abates e empurraram a decisão para o quinto e último jogo.

Gustavo “Minerva” Queiroz dominou a selva no início da quinta partida. Mesmo assim, a paiN não conseguiu se manter superior por muito tempo. Minutos depois, a INTZ realizou o barão e logo em seguida, em luta emocionante, se sagrou bicampeão da Superliga.

Foi uma grande final, digna de um clássico PAINTZ. A adversária tem todo o mérito de ter vencido de forma tática e, principalmente, na melhor execução de suas estratégias e nas execuções dentro do quinto jogo. A paiN vai refletir em cima de tudo isso e voltar ainda mais forte para o ano que vem –  analisou Thiago “Djoko”, coach da paiN.

O atirador Guilerme “Mills” Conti, reforço da INTZ, além da medalha e do troféu, ainda foi considerado o MVP da competição e da final –  o most value player, ou seja, melhor jogador. Ele demonstrou bastante versatilidade e confiança na rota inferior atuando com ad carrys e magos na posição.

A partida bateu recorde de audiência na internet e lotou a BBL de torcedores que incentivaram do início ao fim. E é isso que se espera para o ano de 2019. A próxima atividade oficial das equipes é no Campeonato Brasileiro de League of Legends. A INTZ estréia no dia 12 de janeiro enquanto a paiN só dá as caras no dia 21 do mesmo mês.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar