Botafogo

Marcinho fala sobre postura diante do Atlético: “A nossa postura é de um jogo como se fosse uma final”

Os laterais Marcinho e Yuri falaram sobre alívio de estar fora do rebaixamento e foco na Sul-americana

Os laterais Marcinho e Yuri concederam entrevista coletiva nessa terça-feira (03), no estádio Nilton Santos. Marcinho falou sobre a postura do time diante do Atlético, amanhã (04), às 19h30, no Independência.

” A nossa postura é de um jogo como se fosse uma final, maior determinação possível. Garra, força e determinação. Não podemos perder isso. O jogo é como se fosse o jogo da nossa vida, a cabeça não vai mudar.”

Os laterais não deixaram de falar do alívio de ter escapado do rebaixamento, após a vitória do Vasco na noite passada diante do Cruzeiro.

Yuri: ” Foi importantíssima a permanência agora, porque podemos jogar os próximos dois jogos mais soltos. Encaramos todos os jogos até agora como finais. Conseguimos ir bem contra Corinthians e Chapecoense, agora é manter a pegada para esses dois jogos. Muito importante para nós e para o clube, principalmente. Também para a torcida, que nos apoiou esses jogos em casa. Um clube que estava brigando para não ser rebaixado, terminar o ano na Sul-Americana é para exaltar. Um presente para a torcida e para nós.”

Marcinho: “Acho que posso definir como alívio. Brigamos muito e acho que merecemos isso. Não foi pela gente, mas por outros resultados. Conseguimos a tranquilidade com duas rodadas de antecedência para fazer um jogo mais tranquilo contra o Atlético-MG, que também vale vaga na Sul-Americana.Coisa que vale muito. Isso traz dinheiro e é importante para o clube. Importante para a torcida ter pelo que brigar. É de bastante valor uma boa classificação e almejar coisas maiores.”

Marcinho e Yuri comentaram sobre o Botafogo S/A, algo que é bastante falado pelos torcedores, se é algo também esperado pelos jogadores.

Marcinho: “O que dá para esperar é mais segurança e organização. Espero que seja um ano de bons frutos e muitas glórias, tudo com os pés no chão e trabalho. Não vai ser de uma hora para a outra, futebol não é assim, até pode ser, porque sempre nos surpreende. Temos que trabalhar bastante e buscar os objetivos passo a passo.”

Os laterais vem se destacando nos últimos jogos e ganhando a confiança do técnico Alberto Valentim. Eles falaram sobre os destaques e sobre as voltas por cima nessa nova etapa.

Yuri: “Também não esperava terminar o ano assim. As pessoas te veem agora e acham que você é isso. Ninguém lembrava de mim quando eu estava treinando atrás do gol. Eu não era ninguém até agosto. Vinha fazendo meu melhor, e a oportunidade apareceu. Eu tinha que estar pronto, e as coisas começaram a aparecer. Sobre a renovação eu procuro não pensar nisso, só dar meu melhor.”

Marcinho: “Acho que no todo meu ano foi positivo. Passei por um período de dificuldade, mas graças ao apoio de todos eu consegui reverter. O clube e o grupo estiveram do meu lado. Tive essa volta por cima pelas pessoas que estavam comigo. Essa vitória é minha, mas não conseguiria sem essas pessoas.”

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar