BasqueteNBBVasco da Gama

NBB: Bauru bate Vasco, e tira o Cruzmaltino da zona dos playoffs

Partida contra o Bauru expôs as falhas no sistema vascaíno

O Cruzmaltino perdeu para o Bauru Basket, em São Januário por 88 a 82, nesta noite de quarta-feira (09/11). Com o resultado, o Bauru inicia o returno voltando a zona de classificação, tirando vaga exatamente do Vasco, além de dar o troco pela derrota sofrida na semana 2 da competição, dentro de casa no Ginásio Panela de Pressão. O Vasco agora ocupa a penúltima colocação do NBB, em 14 jogos são 4 vitórias e 10 derrotas, um aproveitamento de 28,6%. Além de ser o pior mandante da competição.

O JOGO

Apesar do resultado, o Vasco mostrou uma melhora no trabalho de bola durante o jogo, conseguiu 19 rebotes ofensivos, um número excelente na NBB. Entretanto, o cruzmaltino pouco aproveitou as posses de bola que teve, foram 207 tentativas e apenas 82 bolas convertidas, um aproveitamento de 39,6%. Um exemplo claro de um dos erros vascaínos no contra-ataque, foi o de Duda, faltando 45 segundos pro fim de jogo e 20 segundos de posse, ele arriscou um arremesso de longe e desperdiçou uma boa chance de aproximar o Vasco do placar, que no momento estava 5 pontos atrás. Para se ter um parâmetro, o Bauru converteu 88 bolas em 168 tentativas, mais da metade, um aproveitamento de 52,4%.

As voltas de Alex Garcia e Larry Taylor ao time deram força a rotação do time do Dragão. O técnico Alberto Bial tinha 12 atletas a sua disposição para a partida de hoje, mas utilizou 9, enquanto o técnico do Bauru, Demétrius, utilizou todos os 11 atletas que estavam relacionados para a partida de hoje.

A diferença apareceu no último quarto. O Bauru como o fã de NBB está acostumado, aquele time, cotado como favorito no início da competição. Impondo seu ritmo de jogo, e com uma ótima precisão nas bolas de 3, converteu 11 de 25, um aproveitamento de 44%, enquanto o Cruzmaltino esteve abaixo da média, mesmo com mais tentativas a equipe converteu menos bolas, 9 de 31, uma precisão de 29%.

Ao fim da partida só o Jefferson alcançou a marca de 30 minutos em quadra, na equipe do Bauru Basket.

DESTAQUES DO JOGO

Apesar de Duda ser o cestinha da partida com 20 pontos e ser fundamental no time atual do Vasco, o destaque vascaíno foi Caio Torres. O pivô ficou 30 minutos em quadra, fez 18 pontos e pegou 9 rebotes. Do lado do Dragão, o destaque sem dúvidas foi o “Magic” Fúlvio. Com 17 pontos, deu 8 assistências recuperou 3 bolas, recebeu 6 faltas e mesmo com 28 minutos de quadra o jogador não cometeu uma falta sequer. Fundamental na vitória do Bauru.

Abaixo as melhores jogada de Fúlvio na partida.

Na próxima segunda-feira (14/11) o Vasco joga contra o Joinville no Cau Hansen às 19h da noite. O Bauru permanece no Rio de Janeiro, pois joga ainda contra o Botafogo, nesta sexta-feira (11/01) no Ginásio Oscar Zelaya.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar