BasqueteNBBVasco da Gama

NBB: Vasco perde para o Life Fitness/Minas e está há sete jogos sem vencer em casa

O resultado tira o Vasco da zona de classificação dos playoffs, enquanto dá ao Minas esperança de brigar por uma vaga no G4

O Vasco perde por 92 a 81 para o Life Fitness/Minas e agora está há sete jogos sem vencer dentro de casa. O Minas se mantém na sexta posição, agora com 29 pontos e 45% de aproveitamento. O ótimo retorno de Leandrinho, cestinha da equipe com 21 pontos também é um ponto positivo. Entretanto, o Vasco, após mais uma derrota, a terceira consecutiva, vive situação delicada no NBB. Novamente a equipe sai da zona de classificação e com 23 pontos e 27,8% de aproveitamento é o 13º na tabela, agora ultrapassado pelo Brasília que ainda joga amanhã em casa contra o Basquete Cearense.

O ala-pivô Gemerson se lesionou e não jogou a partida, o que fez muita falta ao Vasco principalmente no início do jogo, além de ser o mais regular na equipe vascaína, Gemerson é o segundo melhor reboteiro da liga. Deonta Stocks e Caio Torres abaixo de seus respectivos níveis também afetou diretamente o resultado final. No final do jogo, além da situação na tabela, uma outra preocupação para a torcida vascaína. Caio Torres pediu para sair de jogo após torcer o joelho em um escorregão na quadra. Será que dá para ficar pior?

Confira outras notícias do Vasco da Gama

O JOGO

1º Quarto – Vasco 11 x 25 Life Fitness/Minas

O Vasco amassava o aro e não conseguia pegar os rebotes, o Minas então partia com velocidade ao ataque e o Cruzmaltino não conseguia se defender. A transição para a defesa era lenta. Quando a equipe mineira errava os arremessos conseguiam o rebote ofensivo, foram seis em apenas 9 minutos de jogo. O ala-pivô Gemerson, machucado, fez falta ao garrafão vascaíno neste primeiro quarto.

Um dos piores começos de quarto para o Vasco, mas ficou pior, graças ao excelente aproveitamento nas bolas de três do Minas. O Cruzmaltino não acertou nenhum arremesso de quadra para três em 7 tentativas, enquanto o Minas encaixou cinco bolas de seis tentadas, um excelente aproveitamento de 83,3%.

2º Quarto – Vasco 26 x 21 Life Fitness/Minas

O Vasco conseguiu diminuir a vantagem de pontos logo no início do quarto. Principalmente pelo ala-pivô Pilar, que entrou bem, participando das jogadas e pontuando, coisa que o time do Alberto Bial encontrava dificuldades. Com apenas 1 minuto e 17 segundos fez 4 pontos, era o cestinha do Vasco até este momento. E as alterações na equipe fizeram bem. Duda, que não começou no quinteto titular, também foi muito bem quando entrou. O ala fez 10 pontos, além de ter conseguido recuperar duas bolas.

Mesmo tendo melhorado a marcação no um contra um, em relação ao primeiro quarto, o Vasco não conseguia encostar no placar, pois no outro lado da quadra, Leandrinho e Gegê foram bem e mantiveram a vantagem mineira no placar. Leandrinho recebeu 3 faltas e fez 6 pontos, enquanto o armador Gegê matou mais duas bolas de três, continuando assim 100% nas bolas de três no jogo.

Resultado no intervalo – Vasco 37 x 46 Life Fitness/Minas

3º Quarto – Vasco 25 x 28 Life Fitness/Minas

Na volta do intervalo, Dominique Coleman voltou com tudo. Fez cesta de três, bandeja e até mesmo enterrou. Terminou o quarto com 9 pontos, dois a mais que a sua pontuação em todo o primeiro tempo. Porém o Life Fitness/Minas começou a acelerar as jogadas no ataque, e os erros então começaram a acontecer. Faltando 3 minutos pro fim do terceiro quarto, foram cinco arremessos de quadra errados, além de 3 erros de posse de bola. Com estes erros o Vasco conseguiu diminuir a vantagem, que chegou a ser de 21 pontos para o Minas, para 12 pontos de diferença ao fim do terceiro período. O Cruzmaltino continuou vivo na partida, mesmo não indo tão bem no terceiro período. O maior pontuador do Vasco no quarto foi Rafael com 7 pontos, seguido de Okorie com 6.

4º Quarto – Vasco 19 x 18 Life Fitness/Minas

Desta vez Duda até fez um bom período, o ala conseguiu em um único lance, 3 pontos mais o lance livre, que ele converteu, mas nada disso foi suficiente para o Vasco ameaçar a vitória do Minas. O Cruzmaltino ficou apenas 1 minuto e 26 segundo na frente no placar. Nos últimos 10 minutos, ainda deixando explicita a dificuldade de construir as jogadas, a equipe mineira se defendia bem. No total, o time conseguiu 3 assistências durante todo o quarto, contra 6 assistências para o time do Minas, além de ter encerrado a partida com um ótimo aproveitamento nas bolas de três, 59,1%.

No fim do quarto, três acontecimentos mudaram o rumo do jogo para o Vasco. Vithinho reclamou de falta e levou uma falta técnica, em um lance duvidoso, o árbitro marcou falta de Rafael, era a quinta e ele ficou de fora do fim da partida. Um pouco antes ainda uma grande preocupação para o torcedor vascaíno, o pivô, Caio Torres escorregou em quadra e torceu o joelho.

Após isso o Vasco perdeu a cabeça e consequentemente as esperanças de uma vitória.

Resultado final – Vasco 81 x 92 Life Fitness/Minas

O DESTAQUE DO JOGO

Leandrinho foi o diferencial do Minas. E não poderia ser diferente. Além de ser o cestinha da equipe com 21 pontos e 16 de eficiência. O “The Blur” mostrou que sua experiência irá fazer diferença também fora das quadras. Além de participar ativamente durante os tempos pedidos pelo técnico Flávio Espiga, dentro de quadra Leandrinho ainda acalmou Gegê, outro destaque da equipe mineira, quando se exaltou pela arbitragem ter marcado uma falta dele. Abaixo os melhores momentos do Leandrinho na partida. (Vídeo por @NBB)

Vale a menção ao Gegê, que mais uma vez mostrou ser um dos pilares do Life Fitness/Minas. Contra o Vasco ficou a uma assistência de um duplo-duplo, fez 13 pontos, 9 assistências e pegou 6 rebotes. No Vasco, Duda foi o melhor, ficou acima de sua média nesta edição de NBB. Cestinha da partida com 22 pontos e 24 de eficiência, além de 6 rebotes.

O técnico Alberto Bial terá pouco mais de uma semana para tentar recuperar o time da terceira derrota consecutiva. O próximo jogo é contra o Mogi/Helbor na quarta-feira (13/02) às 20h no Ginásio Prof. Hugo Ramos. Já o Minas segue na busca por uma vaga no G4 e recebe o Sendi/Bauru na quinta-feira (14/02) às 20h45 na Arena Minas Tênis Clube.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar