FluminenseFutebolVasco da Gama

Portões abertos: Vasco assume o risco processual e final da Taça Guanabara terá torcida

Apesar da decisão, bilheterias e portões seguem fechados

Após reunião na FFERJ o presidente do Vasco, Alexandre Campello, decidiu assumir o risco processual e a final da Taça Guanabara será com portões abertos. Além de Alexandre Campello, participaram da reunião o presidente do Fluminense, Pedro Abad, o Secretário Estadual de Esportes, Felipe Bornier, José Carlos Sarmento, promotor de justiça e representantes do BEPE (Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos).

Confira outras notícias do Vasco da Gama

Confira outras notícias do Fluminense

A FFERJ confirmou que a partida será realizada com portões abertos em seu perfil oficial no Twitter.

O Vasco também se manifestou em seu perfil oficial no Twitter

No começo da madrugada de domingo (17/02), a justiça determinou portões fechados na final da Taça Guanabara. A decisão foi tomada pela desembargadora de plantão, Lucia Helena do Passo, do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro). A desembargadora determinou ainda que em caso de descumprimento da decisão o Vasco deveria pagar uma multa de R$ 500 mil.

O Vasco ainda recorrerá da decisão na justiça. Além do Cruzmaltino, já haviam se manifestado favoráveis a realização da final com torcida, a FFERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), o Secretário Estadual de Esportes, Felipe Bornier e o consórcio Maracanã.

No começo da tarde, o Fluminense fez um comunicado oficial pedindo para que seus torcedores não comparecessem ao Maracanã; para o cumprimento da decisão judicial.

ATUALIZAÇÃO (ÀS 16H51): JOGO ACONTECERÁ DE PORTÕES FECHADOS

A FFERJ divulgou por meio de seu perfil oficial no Twitter que o Jecrim (Juizado Especial Criminal) não aceitou os documentos enviados para oficializar a abertura dos portões. A decisão da desembargadora Lúcia Helena do Passo foi mantida. Pela primeira vez na história uma final de Taça Guanabara será decidida sem torcida.

Abaixo os documentos enviados ao Jecrim.

MAIS UMA REVIRAVOLTA (ÁS 17H29): PORTÃO ABERTOS NOVAMENTE

Por volta dos 30 minutos do primeiro tempo, com o jogo já em andamento, a desembargadora autorizou a abertura dos portões. Torcida de ambos os clubes entraram no estádio. A decisão acontece após confusão do lado de fora do Maracanã, pessoas passando mal e se machucando, a polícia utilizando bombas de efeito moral.

Vídeo por: Felipe Schmidt, repórter do globoesporte.com

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar