Flamengo

Quantos pontos o Flamengo teria se não tivesse perdido tantos gols?

Rubro-Negro desperdiça chances, acumula frustrações e tem pontuação reduzida pela falta de pontaria

E se? Esta é a expressão que o torcedor rubro-negro mais tem usado no Brasileirão 2018. Após o empate por 2 a 2 com o São Paulo, no Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo adicionou mais uma chance incrível de marcar um gol e vencer a partida.

A Rádio Opinião foi atrás de outras oportunidades desperdiçadas pela equipe no campeonato. Se tivesse sido eficiente em momentos capitais, o Flamengo teria hoje 69 pontos, seria líder do torneio e ainda teria três pontos de vantagem para o vice-colocado Palmeiras. Relembre as chances perdidas:

URIBE – FLAMENGO 0 X 1 SÃO PAULO

Logo na primeira partida após a pausa para a Copa do Mundo, o Flamengo, na época líder do campeonato, enfrentou o São Paulo, no Maracanã, pela 13ª rodada. O Tricolor saiu na frente, mas o técnico Mauricio Barbieri colocou o colombiano Fernando Uribe em campo. O atacante fazia sua estreia pelo time carioca e teve a chance do empate logo no primeiro toque na bola. Lucas Paquetá chutou forte e Sidão defendeu, mas no rebote a bola sobrou nos pés de Uribe. Com o goleiro no chão e o gol vazio, o colombiano bateu para fora e desperdiçou a chance do empate rubro-negro.

WILLIAN ARÃO – VASCO 1 X 1 FLAMENGO

No clássico disputado em Brasília, o Vasco saiu na frente com um gol de Andrés Ríos, mas o Flamengo empatou com um gol contra de Luiz Gustavo. O Rubro-Negro até vacilou em um contra-ataque de 2 x 1, mas a principal chance foi aos 56 minutos do segundo tempo. O volante acompanhou a jogada de forma perfeita, e após o cruzamento de Renê, se antecipou ao zagueiro e cabeceou forte, na entrada da pequena área, mas mandou para fora.

WILLIAN ARÃO – BAHIA 0 X 0 FLAMENGO

Duas rodadas depois de empatar com o Vasco, o Flamengo enfrentou o Bahia, em Salvador, na estreia de Dorival Júnior no comando da equipe. O jogo se encaminhava para um empate sem graça, mas a chance de ouro surgiu aos 49 minutos da etapa final. Roteiro parecido: Renê cruzou, Arão se antecipou ao marcador e cabeceou, como manda o figurino, para baixo…, mas a bola quicou e passou por cima do travessão.

LUCAS PAQUETÁ – FLAMENGO 1 X 1 PALMEIRAS

Este lance foi o que mais doeu no coração do torcedor rubro-negro. Diante de um Maracanã lotado, era a chance do Flamengo encostar de vez no líder Palmeiras e colocar fogo no campeonato. O Verdão abriu o placar, mas Marlos Moreno marcou um gol após mais de dois anos sem balançar a rede, incendiando a torcida. E quando parecia que o colombiano estava em uma noite mais que inspirada, veio a frustração. Marlos ganhou do defensor na velocidade, e deu um passe açucarado para Lucas Paquetá. O camisa 11 do Fla estava sozinho, bem equilibrado, na entrada da pequena área, mas isolou e decepcionou o torcedor presente ao estádio.

VITINHO – SÃO PAULO 2 X 2 FLAMENGO

E a nova aquisição rubro-negra para esta enfadonha coleção foi a chance claríssima desperdiçada por Vitinho. Após sair atrás do placar por duas vezes, o Flamengo se recuperou e igualou o marcador. Mas aos 45 minutos do segundo tempo, a bola do jogo caiu nos pés de Vitinho. Geuvânio cruzou rasteiro, a bola passou por toda a defesa são-paulina e sobrou limpa para o camisa 14 fazer o gol da vitória e ainda dar um pingo de esperança ao torcedor. Mas o atacante chutou para o alto e jogou para longe as chances do Rubro-Negro conquistar o título.

O Flamengo peca em momentos decisivos, é punido pela falta de eficiência na hora de definir as jogadas e teria mais nove pontos se fosse competente no ataque. Agora, faltando seis rodadas para o fim do Brasileirão, só um milagre ajudaria o Rubro-Negro carioca a conquistar o título. O Palmeiras abriu seis pontos de frente, e além de tudo, o Fla ainda foi ultrapassado pelo Internacional e caiu para a terceira posição. O Flamengo vai precisar de mais atenção, calma e, acima de tudo, eficiência para colocar a bola no fundo das redes. Ou então ficará no “uuuuuuh” até o final do campeonato.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close