Futebol

Real Madrid e Al Ain disputam o título Mundial de Clubes

Real Madrid pode ser pela 4ª vez campeão, enquanto o Al Ain seria a primeira equipe não européia ou sul-americana a ganhar o título Mundial

Real Madrid e Al Ain fazem a final do Mundial de Clubes da FIFA 2018, as equipes se enfrentam neste sábado às 16h, no estádio Zayed Sports City em Dubai. O Real Madrid disputa a 4ª final de Mundial, no formato atual da competição, sendo a terceira final consecutiva. Em 2014 bateu o San Lorenzo, no ano de 2016 o Kashima Antlers e em 2017 venceu o Grêmio. Já o Al Ain pela primeira vez participava de um Mundial de Clubes, e já em sua primeira participação chegou à final.

Na equipe espanhola, Marcos Asensio teve sua lesão confirmada pelo Real Madrid. O meia diagnosticado com uma lesão de grau 2 no musculo da coxa direita, o jogador sentiu a dores na coxa após apenas 14 minutos em campo contra o Kashima Antlers. O Real Madrid, é o atual campeão da Champions League e passou com tranquilidade pelo Kashima Antlers na semifinal.

Em entrevista coletiva concedida no estádio Zayed Sports City, Santiago Solari, técnico do Real Madrid, falou sobre a preparação da equipe para a final.

“Estamos bem, felizes e com ambição e focados no jogo. Esta equipa tem experiência em finais, mas também há sempre o nervoso miudinho de uma final. O título está em jogo e temos de colocar nele toda a energia e concentração e competir para ganhar, como sempre”.

E ainda comentou as características e estratégia adotada pelo Al Ain nas partidas do Mundial.

“Vai jogar da mesma forma como tem vindo a fazer, com solidez defensiva e aproveitando a velocidade e técnica dos seus jogadores da frente. Também tentará tirar partido das bolas aéreas, esperemos que sem bloqueios ilegais”.

A menos de 2 meses no comando do Real Madrid, Santiago Solari poder ser o primeiro técnico argentino a ser campeão do Mundial de Clubes da FIFA. (Foto: Helios de La Rubia)

O Al Ain se classificou à competição por ser o campeão nacional do país-sede, no caso o Emirados dos Árabes Unidos. No play-off o time emiradense eliminou o Team Wellington nos pênaltis, após ficar 3 gols atrás do placar, nas quartas atropelou o Esperánce de Tunis, atual campeão africano. Por último na semifinal superou o River Plate nos pênaltis após empatar em 2 a 2 no tempo regulamentar. O Al Ain é o primeiro time do Oriente Médio a chegar em uma final de Mundial, além ser a primeira equipe a bater um sul-americano no Mundial de Clubes da FIFA.

O técnico do Al Ain, Zoran Mamić, também se falou com a imprensa no estádio Zayed Sports City. Ele exaltou o elenco merengue.

“Para mim, é o melhor time do mundo, são os grandes favoritos. Nós não podemos nos comparar com eles, mas, queremos proporcionar uma final muito complicada”.

O treinador relembrou ainda que o time emiradense jogou mais minutos comparado a equipe merengue.

“Estamos mais cansados, porque tivemos que jogar duas prorrogações, mas, iremos com muita vontade de dificultar as coisas para o Real Madrid e aproveitar essa oportunidade histórica”.

O croata chegou ao Al Ain em 2017 e tem um aproveitamento de 56.7% no clube. São 42 vitórias, 16 empates e 16 derrotas. (Foto: Divulgação/alainclub.ae)

Ficha Técnica

Real Madrid x Al Ain

Mundial de Clubes da FIFA – Final

Local: Estádio Zayed Sports City – Abu Dhabi (EAU)

Data: 22/12 (Quarta-feira)

Horário: 14h30 (Horário de Brasília)

Equipe de Arbitragem

Árbitro: Jair Marrufo (ESTADOS UNIDOS)

Assistentes: Frank Anderson (ESTADOS UNIDOS) e Corey Rockwell (ESTADOS UNIDOS)

Quarto Árbitro: Wilton Pereira (BRASIL)

Árbitro de Vídeo: Danny Makkelie (HOLANDA)

Provável escalação do Real Madrid – Técnico: Santiago Solari

Thibaut Courtois; Daniel Carvajal, Raphael Varane, Sergio Ramos, Marcelo; Casemiro (Marco Llorente), Luka Modrić, Toni Kroos; Lucas Vázquez, Gareth Bale e Karim Benzema.

Desfalques do Real Madrid: Mariano Díaz e Marcos Asensio (lesionados).

Provável escalação do Al Ain – Técnico: Zoran Mamić

Khalid Eisa; Mohamed Ahmad, Ismail Ahmed, Mohamed Fayez e Tsukasa Shiotani; Ahmed Barman, Tongo Doumbia, Mohamed Abdulrahman, El Shahat e Caio Lucas; Marcus Berg.

Desfalques do Al Ain: –– (Não há)

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar