Copa do BrasilVasco da Gama

Vasco supera Avaí em São Januário

Vasco sai na frente na terceira fase com vitória sobre o Avaí; não há regra de gol fora nesta edição da Copa do Brasil

Em jogo de cinco gols, o Vasco bateu o Avaí nesta quinta-feira (14) em São Januário, na partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. As substituições de ambos os técnicos mudaram o jogo, e apesar de continuar invicto no ano, Alberto Valentim foi chamado de burro pelo torcedor. Partida de volta acontece no dia 10 de abril, na Ressacada.

Confira outras notícias do Vasco da Gama

O JOGO

Primeiro tempo

A partida começou equilibrada, mas ambas equipes tinham dificuldades na saída de bola. O Crumaltino tentava se impor mas errava muitos passes, enquanto o Avaí tinha dificuldades de furar o bloqueio defensivo do Vasco. Porém, quem chegou primeiro ao gol foi o Leão da Ilha. Aos 10 minutos de jogo, Fernando Miguel sai mal do gol e Getúlio cabeceia forte no travessão, no rebote Pedro Castro chuta no canto direito do goleiro para abrir o placar.

Na marca dos 16 minutos, quase o segundo gol do Avaí. João Paulo é lançado na direita, avança em velocidade e chuta, a bola bate na zaga e desvia, tirando o goleiro da jogada. A bola passou perto da trave esquerda de Fernando Miguel.

O Vasco passou a ter controle da posse de bola e a ocupar mais o campo de ataque, encurralando o Leão da Ilha. Aos 26 minutos, Thiago Galhardo faz jogada pela direita e invade a área, ele toca para trás e Yago Pikachu, de primeira, chuta e manda a bola no travessão. Aos 32 minutos do primeiro tempo, Cáceres tentou cruzamento da direita, a defesa afastou, mas na sobra Danilo Barcelos pegou de primeira e a bola levou perigo ao goleiro Glédson.

Já aos 34 minutos, o Vasco empatou a partida em cobrança de falta. Danilo Barcelos, o homem das bolas paradas de São Januário, deu um chutaço de canhota e contou com desvio de Matheus Barbosa para fazer o gol.

Segundo tempo

No intervalo, Alberto Valentim promove substituições no Vasco. Com as entradas de Bruno César e Rossi, respectivamente, nos lugares Raul e Marrony, o time da casa fica mais agressivo e ganha mais velocidade.

E as alterações deram resultado. Aos 11 minutos, Danilo Barcelos recebe a bola na esquerda e cruza na área, Rossi se adianta e mergulha para de peixinho virar a partida. Com 17 minutos, quase o terceiro gol do Vasco. Na cobrança de falta, Bruno César cruza para Lucas Mineiro que cabeceia para o chão. Glédson faz ótima defesa para salvar o Avaí.

Na altura dos 26 minutos, um escanteio foi o necessário para o Vasco ampliar a vantagem no placar. Bruno César cruzou fechado, Werley desviou na primeira trave e Thiago Galhardo, também de peixinho, fez o terceiro gol cruzmaltino.

O Leão da Ilha tentava sair jogando mas não conseguia chegar à área vascaína. Geninho, fez substituições tirou Ricardo e Matheus Barbosa para as entradas, respectivamente, de Luan Pereira e André Moritz. O time visitante então conseguiu chegar novamente ao ataque com os lançamentos. Perto do fim do jogo, aos 39 minutos, André Moritz abre com João Paulo na esquerda e corre para área e chuta colocado no canto do goleiro.

O Leão da Ilha diminui a vantagem do Gigante da Colina, o torcedor vascaíno perde a paciência e chama Alberto Valentim de burro.

Fim de jogo, Vasco 3 a 2 no Avaí.

Ficha Técnica

Vasco 3 x 2 Avaí

Copa do Brasil – 3ª Fase

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 14/03 (Quinta-feira)

Horário: 21h30 (Horário de Brasília)

Público Pagante: 12.923 Torcedores

Renda: R$ 288.692,00

Equipe de Arbitragem

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribero e Miguel Ribeiro da Costa (SP)

Quarto Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões Amarelo: Avaí – Betão e Glédson.

Gols: Vasco – Danilo Barcelos, 34’/1ºT; Rossi, 11’/2ºT e Thiago Galhardo, 26’/2ºT;  Avaí  Pedro Castro, 10’/1ºT e André Moritz, 39’/2ºT.

Escalação do Vasco – Técnico: Alberto Valentim

Fernando Miguel; R. Cáceres, Werley, L. Castán e Danilo Barcelos; Raul (Bruno César), Lucas Mineiro, Thiago Galhardo (Andrey) e Yago Pikachu; Marrony (Rossi) e Maxi López.

Escalação do Avaí – Técnico: Geninho

Glédson; Alex Silva, Marquinhos Silva, Betão e Iury (Lourenço); Ricardo (Luan Pereira), Matheus Barbosa (André Moritz), Pedro Castro, João Paulo e Getúlio; Daniel Amorim.

Tags
Mais

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar